Ações: o que são e como ganhar dinheiro com elas

Por Redação IQ 360

acoes

As ações são o segundo investimento mais conhecido dos brasileiros, segundo pesquisa da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Embora seja um mercado popular, apenas uma parcela pequena da população direciona sua poupança para o mercado acionário. Uma das explicações para isso vem do desconhecimento sobre o que é uma ação.

Este artigo tem a finalidade de passar um entendimento geral sobre o que são as ações e quais os seus tipos, além de apresentar exemplos de operações e como investir nesse título. Confira:

O que são Ações

Ações são títulos emitidos por uma empresa que conferem ao seu titular (pessoa que compra uma ou mais ações) o status de sócio da empresa, com participação nos lucros da companhia e nos eventuais riscos do negócio. No fundo, ser acionista de uma empresa é apoiar o empreendedorismo e a geração de valor para a sociedade.

Quando uma empresa busca atrair mais capital para fomentar seu crescimento, ela emite papéis no mercado financeiro com um certo valor de compra. Esse título outorga ao comprador os direitos e deveres de um sócio. Assim, cada pessoa que adquire esses papéis passa a ser um acionista da empresa.

Na bolsa de valores, as ações são diferenciadas por códigos (também chamados de tickers). Cada empresa tem o seu próprio código de negociação, que é formado por quatro letras que servem como abreviação do nome da companhia, e um número que discrimina que tipo de ação ela é. Por exemplo, o Banco do Brasil tem o código BBAS3, o da Vale é VALE3 e o da Embraer, EMBR3.

SAIBA+IQ: Saiba o que é um IPO (Oferta Pública Inicial)

Tipos de Ações

Existem dois tipos de ações no mercado brasileiro: as ações ordinárias e as ações preferenciais.

Ações ordinárias

As ações ordinárias (ON) são identificadas pelo número 3 na B3. Elas dão direito ao titular votar nas assembleias gerais da empresa e receber os lucros distribuídos por essa companhia. Contudo, embora deem direito ao voto, as ações ordinárias não dão direito de veto às decisões.

Outro detalhe interessante das ações ordinárias é que a Lei das Sociedades Anônimas (Lei das SAs.) determina que todo detentor de ações ON recebe um prêmio de controle da empresa. Também chamado de tag along, ele é acionado em transações de fusão e aquisição de uma companhia. Como o controlador recebe um prêmio para negociar a empresa, esse valor é estendido aos demais detentores de um papel ON.

Ações preferenciais nominativas

Por outro lado, as ações preferenciais nominativas (PN), típicas do mercado brasileiro, são os títulos que menos protegem os acionistas minoritários. As ações preferenciais não dão direito a voto nas assembleias das empresas e nem a participação no prêmio de controle, caso a empresa seja vendida.

No entanto, as ações preferencias são aquelas que receberão primeiro os dividendos quando a companhia obtém lucro. Um detalhe importante é que se uma empresa passar três anos sem pagar dividendos, as ações PN’s adquirem direito ao voto. Seu número de código na bolsa de valores é o 4.

Exemplos de empresa com os dois tipos de ações:

PETR3 – ação ordinária da Petrobras
PETR4 – ação preferencial da Petrobras 

Vale ficar atento que ainda existem algumas empresas que negociam as chamadas units. Mas elas não podem ser consideradas um tipo de ação, pois na verdade tratam-se de um pacote composto de ações ordinárias e preferenciais.

SAIBA+IQ: O que é o CEI (Canal Eletrônico do Investidor)?

Operações de compra e de venda de ações

No mercado de ações, as operações realizadas podem ser de compra ou de venda. O preço de uma ação é tratado por cotação e é com base nesse indicador que os investidores se baseiam para decidir qual ação comprar e qual vender.

De modo geral, existem três formas de operar no mercado acionário: a negociação individual de ações ou por meio de fundos de investimento ou clubes de investimento.

Na modalidade individual, o próprio investidor fará as ordens de compra e de venda de ações, geralmente por meio do serviço home broker de uma corretora.

Com os fundos de investimento, o investidor se torna dono de uma parcela do total de ações que um grupo de investidores possui, reunidos nesse fundo, que está sob os cuidados de um gestor certificado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para realizar as operações de compra e de venda de ações. Eles podem ser comparados a um condomínio, por exemplo. Cada investidor do fundo possui cotas dele, como se fosse o dono de um apartamento, e o gestor certificado seria o síndico, que executa as decisões.

Já os clubes de investimento possuem três diferenças fundamentais que o distinguem de um fundo de investimento. Seu caráter menos formal, a forma de gestão e a maneira como é feita a ordem de compra e de venda de ações. Os clubes podem ser formados por um grupo mínimo de três pessoas, com um limite de cento e cinquenta investidores. Quanto a sua forma de gestão, pode ser feita por gestor profissional ou por apenas um representante escolhido pelo clube para realizar as operações.

Como última diferença os clubes dão mais autonomia de escolha aos membros sobre onde e quanto investir, enquanto que os fundos de investimento são mais limitados.

SAIBA+IQ: O que é ativo imobilizado e por que ele é tão importante para os investidores?

Como ganhar dinheiro com Ações

Há duas maneiras de você ganhar dinheiro com as ações:

– Recebendo parte dos lucros da empresa: são os chamados dividendos, distribuídos periodicamente aos seus proprietários. Ao adquirir uma ação, você se torna “sócio” daquela empresa e, de tempos em tempos, recebe os lucros da instituição.

– Com a valorização da empresa: a alta das ações na bolsa de valores é um espelho do desempenho da empresa no mundo real. Se uma ação se valoriza, isso significa que a atividade é lucrativa e o negócio é bem administrado. Ao crescer, a empresa ganha mercado, o que aumenta seu tamanho e lucratividade. Por isso, se o preço da ação estiver maior do que quando você comprou, isso significa que a empresa está em alta e você está ganhando dinheiro com essa diferença.

SAIBA+IQ: Você sabe o que é BDR?

As dicas para investir em ações

A fórmula para ganhar dinheiro com ações parece simples, não é mesmo? Mas lembre-se que se trata de um investimento em renda variável e o desempenho passado não é garantia de lucro futuro. Por esse motivo, estudar o mercado e fazer uma melhor análise ajudam você a investir de forma mais precisa. No entanto, há outros detalhes que podem ajudar você a ganhar dinheiro com as ações, assim como com qualquer outro investimento.

A primeira dica é: preste atenção nas taxas. Se você é um iniciante no mundo dos investimentos, irá se surpreender com a quantidade de taxas e impostos que podem ser cobrados apenas para que você possa aplicar seu dinheiro. Busque sempre as menores taxas. Muitas vezes, elas importam até mais do que a promessa de rendimento das aplicações.

Além disso, evite pagar impostos desnecessariamente. Não se trata de sonegação fiscal ou algo do tipo. Apenas evite mudar seus investimentos de lugar com muita frequência. Isso porque a maioria dos tributos têm alíquotas regressivas – conforme o tempo do investimento passa, a taxa de imposto diminui.

Outra regra de ouro para quem quer ganhar dinheiro com ações, ou qualquer outra aplicação financeira, é diversificar a carteira de investimentos. É uma questão estratégica, propriamente dita. Entenda que agora estamos no campo das variáveis que fogem do nosso controle e a melhor forma de diminuir seu risco é espalhar o seu dinheiro em diferentes tipos de ativos – essa é uma boa opção tanto para grandes como para pequenos investidores.

Além disso, reinvista os ganhos das aplicações e use a “bola de neve” dos juros compostos a seu favor. Rendimentos tornam-se capital, que geram rendimentos, que aumentam o capital. A maneira mais certeira de ficar rico é acumular boas quantidades de bons ativos por muito tempo e deixar que os rendimentos compostos atuem.

SAIBA+IQ: Como calcular a rentabilidade dos seus investimentos?

Investir Ações por corretora

O primeiro passo para investir em ações é selecionar uma corretora, que pode ser de um grande banco ou independente, desde que seja autorizada pela CVM e pelo Banco Central para operar no mercado de ações.

Escolhida a corretora, você deve realizar o processo de cadastro e abertura de conta, assim como aguardar o processo de análise. Em caso positivo, basta realizar um TED ou DOC da sua conta bancária para a conta da corretora, em que poderá realizar os investimentos.

Feito isso, o último passo é acessar a conta de cliente na plataforma da corretora, selecionar a opção relacionada ao mercado de ações e então fazer a compra ou venda dos papéis desejados.

SAIBA+IQ: 200% de valorização e um arsenal de riscos. A Taurus é uma ação para você?

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!