13 melhores cidades para se viver no Brasil (Guia 2020)

Por Redação IQ 360

melhores-cidades-para-se-viver-no-Brasil

Quer descobrir quais são as melhores cidades para se viver no Brasil? Essa é uma pergunta difícil de ser respondida, mas não impossível, já que há muitas pesquisas sobre o assunto.

Uma delas é o Índice CFA de Governança Municipal (IGM), medido pelo Conselho Federal de Administração. Esse estudo elenca destaques em áreas como saúde e educação, além de itens como gestão fiscal, habitação e recursos humanos. A partir desses dados, compilamos a base do nosso guia.

A seguir, dentro da nossa seleção das melhores cidades para se viver no Brasil, você também conhecerá alguns municípios que se destacam em indicadores diferentes.

As 13 melhores cidades para se viver no Brasil - Guia 2020

Não é uma tarefa simples tentar encontrar as melhores cidades para se viver no Brasil.  Por isso, recorremos a alguns dados objetivos. O principal ranking do IGM lista cidades com mais de 100 mil habitantes e um PIB acima de R$ 28.900 per capita.

Basicamente, o PIB é a quantidade de riqueza, em produtos e serviços, produzida por uma região. PIB per capita é a média dessa riqueza para cada habitante.

Agora que você conhece os critérios, veja os 10 primeiros nomes desse ranking e mais três destaques em outras pesquisas. Eles compõem o nosso guia das 13 melhores cidades para se viver no Brasil:

Indaiatuba (SP)

Tem prédios históricos e um parque ecológico com 2 mil km², além de um complexo industrial com grandes empresas, como Ford, GM e John Deere.

São José do Rio Preto (SP)

Possui localização geográfica privilegiada, entre as estradas Washington Luís e BR-153 Isso atrai investidores e empresas, conforme o jornal Diário da Região.

Piracicaba (SP)

Tem importantes instituições de ensino, escolas vinculadas à USP e à Unicamp. Além disso, teve, em 2012, o polo industrial impulsionado pela chegada da montadora Hyundai.

Maringá (PR)

Se destaca pela área verde, com três reservas ecológicas. Uma delas, o Parque do Ingá, é aberta ao público. A principal atividade é a agricultura, e a soja responde pela maior área plantada.

Balneário Camboriú (SC)

Tem no turismo a base da economia. A cada verão, gente do Brasil inteiro visita locais como a Ilha das Cabras e o Cristo Luz. As belezas naturais contrastam com prédios da chamada “Dubai brasileira”.

São Bernardo do Campo (SP)

Tem a economia baseada nas indústrias automobilísticas que operam por lá desde a década de 1950. Desde os anos 1990, as atividades se diversificaram com o crescimento da cidade, que tem comércio variado.

Jundiaí (SP)

Conta com o 9º melhor saneamento básico do país, segundo a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. Possui uma área de Mata Atlântica preservada, chamada “Castelo de Águas”.

Brusque (SC)

Tem belezas naturais e arquitetônicas, herdadas da colonização alemã, italiana e polonesa, segundo a prefeitura. É chamada de “Cidade dos Tecidos”, pela tradição de mais de 100 anos de abrigar indústrias têxteis.

São José dos Campos (SP)

É a segunda cidade mais populosa do interior no país, segundo estimativa do IBGE.  Abriga sedes de multinacionais como Panasonic, Johnson & Johnson e General Motors.

Sorocaba (SP)

Importante polo industrial, concentra sedes de empresas de diversas áreas. É a 10ª colocada na lista das cidades com mais de 100 mil habitantes e PIB per capita acima de R$ 28.900.

São Caetano do Sul (SP)

Tem o maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país. Lá, ficam sedes de várias empresas, como a matriz das Casas Bahia e uma fábrica da General Motors.

Florianópolis (SC)

É a capital do país com maior IDH e, certamente, uma das melhores cidades para se viver no Brasil. Com mais de 100 praias, tem a economia baseada no turismo e forte atividade na área de tecnologia da informação.

Santos (SP)

Foi avaliada em primeiro lugar pelo Índice de Desenvolvimento Urbano para a Longevidade entre as grandes cidades, medido pelo Instituto de Longevidade, vinculado à Fundação Getúlio Vargas (FGV).,Lá fica o maior porto da América Latina, segundo a operadora de logística Allog.

10 melhores cidades para turismo no Brasil em 2020

Se você está feliz onde vive e prefere apenas conhecer lugares novos, confira os 10 melhores destinos turísticos do país. A lista é resultado do mais recente Travellers’ Choice, do site Trip Advisor, especializado em turismo.

Rio de Janeiro (RJ)

As praias de Ipanema e Copacabana e o Cristo Redentor são as grandes vedetes da capital fluminense.

Gramado (RS)

Lá você encontra o Lago Negro e os parques temáticos Mini Mundo e Snow Land, além de um clima que às vezes parece europeu.

Porto Seguro (BA)

Destaque para os passeios de escuna nas praias e para a Cidade Histórica.

Ipojuca (PE)

As praias de Muro Alto e da Vila do Porto de Galinhas garantem ao município um lugar na lista.

Jijoca de Jericoacoara (CE)

O Parque Nacional de Jericoacoara, as Dunas do Pôr do Sol e a Lagoa do Paraíso rendem bons passeios.

São Paulo (SP)

Para quem prefere grandes metrópoles, vale visitar os museus e atrações artísticas.

Campos do Jordão (SP)

As belezas naturais e a arquitetura de inspiração alemã são os destaques.

Foz do Iguaçu (PR)

Seja para conhecer as Cataratas do Iguaçu ou fazer compras na fronteira, vale visitar.

Maceió (AL)

Repleta de belas praias, é bom destino para surfistas e pescadores.

Salvador (BA)

Além das praias, a primeira capital do Brasil tem um carnaval eletrizante.

Gostou das dicas sobre as melhores cidades para se viver no Brasil e aqueles destinos mais atraentes para o turismo? Aproveite para saber mais sobre Airbnb e hostels e veja como comprar passagens aéreas baratas, viajar gastando pouco e até como ganhar dinheiro durante sua estadia.