Como cancelar uma compra no cartão? Entenda aqui

Por Redação IQ 360

Fez uma compra por impulso? Achou que o negócio não valeu a pena? Felizmente, há como cancelar uma compra no cartão de crédito e evitar dor de cabeça. Você sabe como agir nessas situações?

É comum se deixar levar por uma promoção e depois perceber que não era o que você queria, ou mesmo se decepcionar com a chegada de um produto adquirido online. A questão é que nem sempre a operadora de cartão tem responsabilidade nesse processo.

Por isso, é importante ficar atento, e é justamente sobre o que você pode fazer para cancelar uma compra que vamos falar hoje. Confira a seguir!

Quando cancelar uma compra no cartão de crédito?

É cada vez mais comum receber avisos de cada compra realizada no e-mail ou no celular. Esse tipo de alerta permite que você tenha controle total de todas as ações que envolvem seu cartão.

Por isso, o primeiro motivo para cancelar uma compra está no desconhecimento de uma transação. Não importa se foi R$1 ou R$500. Sempre que uma compra for feita sem o seu aval, o cancelamento é tanto um direito quanto uma necessidade.

Há ainda outras situações em que você pode solicitar o cancelamento, veja quais são!

Compra indevida já paga

Nem todo mundo olha a fatura prestando atenção aos detalhes. Por isso, as compras indevidas não precisam ser estornadas imediatamente. Há a possibilidade de pedir o cancelamento mesmo depois de já ter pago uma parcela incorreta. Nesse caso, além de cancelar, você vai receber de volta o valor pago.

Arrependimento de compra online

Embora o ambiente de compras online tenha ficado mais seguro, nem sempre é assim. Por isso, quando houver uma cobrança equivocada, por exemplo, você pode solicitar o cancelamento.

Da mesma forma, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) indica que compras feitas pela internet (ou telefone) têm a possibilidade de arrependimento. Na prática, isso significa que você tem 7 dias para cancelar e pedir o dinheiro de volta. A loja será obrigada a fazer o ressarcimento mesmo que a devolução seja apenas por gosto.

Também vale dizer que você tem como cancelar uma compra no cartão, já no momento em que a nota fiscal for emitida. Nem sempre é preciso esperar que chegue na sua casa.

Problemas no pagamento presencial

Você tem o hábito de confirmar o valor dos pagamentos? Às vezes, o ato de incluir sua senha na maquininha de cartão é tão automático que você sequer presta atenção. No entanto, quando houver disparidade entre o preço negociado e a cobrança, você pode solicitar o cancelamento. Essa possibilidade está prevista inclusive para casos em que é feito um débito em vez de crédito por confusão do estabelecimento.

Falha na entrega do produto

Em geral, quando você negocia uma mercadoria, há um prazo fixado para entrega. No caso de esse item não chegar ou atrasar além do estabelecido, cabe o cancelamento. É comum que seja preciso seguir um protocolo de tempo, por isso é importante sempre ler o que as disposições da loja propõem.

Como dá para notar, embora possa até demandar um certo tempo, cancelar uma compra não é um processo tão difícil assim. Basta ter uma motivação válida.

Quais são as situações em que não há como cancelar uma compra no cartão

Por outro lado, há situações em que não tem como cancelar a compra no cartão. Se você, por exemplo, fez uma compra acima do valor que vai conseguir pagar por mês, não se trata de responsabilidade da loja ou operadora de cartão. Especialmente se percebe isso após um longo prazo.

Outra situação é: se você recebeu o produto há 2 meses, deixou sem abrir e então percebe algum defeito, pode até ser que o estabelecimento esteja disposto a negociar, entretanto, nesse caso, o erro mais uma vez não é de quem fez a venda. E essa é uma regra essencial. O cancelamento não é obrigatório quando o erro é do cliente.

Vale ressaltar, porém, que a desistência prevista no Procon não é considerada uma falha de quem compra. As situações de arrependimento seguem uma lógica pré-determinada de tempo, embora não seja preciso uma justificativa quando se trata de venda online.

Para as transações presenciais, lojistas não são obrigados a fazer a devolução do dinheiro. Portanto, é importante ter cautela, já que padrão é trocar por outra peça ou produto. Isso, é claro, quando a situação é apenas de não ter gostado do que foi adquirido.

Como ter seu dinheiro de volta após o cancelamento

Depois de se certificar que é preciso o cancelamento, os procedimentos são diferentes de acordo com a motivação. Quando a compra é indevida, é preciso avisar a administradora do cartão, já que a falha é de sua responsabilidade. Uma loja ou estabelecimento comercial não tem culpa em caso de clonagem, por exemplo.

Em alguns casos, você terá, inclusive, que fazer um boletim de ocorrência. É importante dizer ainda que quanto antes pedir o estorno e cancelamento do cartão, melhor. Assim, você vai garantir que a fraude não se estenda por mais tempo.

Já para quando acontecer uma desistência ou erro e cobrança, há como cancelar uma compra no cartão diretamente com a loja. O pedido de cancelamento deve ser feito assim que a falha ou desagrado for constatado. Para pedidos feitos online, entrar em contato em até 7 dias é primordial para otimizar o processo.

Quando confirmada, a devolução do dinheiro será por meio de reentrada do valor na fatura. É possível, por exemplo, que você já tenha pago uma parcela. No próximo mês, portanto, o valor será devolvido e descontado dos pagamentos. Já quando o cancelamento é rápido, não há sequer a cobrança na fatura.

Em resumo, há como cancelar uma compra no cartão, mas tudo depende da situação. Por lei, são contemplados principalmente equívocos, como também arrependimentos relacionados a compras online. Quando nesses casos, o procedimento de cancelamento tende a ser facilitado, principalmente se for solicitado com rapidez.

Achou que esse artigo foi útil? Então aproveite para compartilhar em suas redes sociais! Pode ter certeza que muita gente vai gostar de saber quais são seus direitos em relação ao cartão de crédito!