Morar sozinho: passo a passo e dicas – com planilha de gastos

Por Maria Teresa Lazarini

O iq elaborou um passo a passo para sair da casa dos pais e uma planilha exclusiva de controle de gastos para morar sozinho. Confira!

morar-sozinho
morar-sozinho

O momento de sair de casa chegou. Seus pais não param de dar indiretas e todos os seus amigos já começaram a pagar o próprio aluguel. Só falta você criar a famosa coragem e começar a se organizar para se mudar de vez. Mas todos sabemos que fazer isso não é nada fácil: você precisa pesquisar muito e se planejar financeiramente para dar adeus às mordomias da casa dos pais.

Para te ajudar nessa missão de morar sozinho, o iq elaborou um passo a passo completo para sair da casa dos pais e preparou uma planilha exclusiva de controle de gastos para morar sozinho sem declarar falência no meio do caminho. Tudo isso com a opinião de diversos jovens que contam sobre as dores e as delícias de pagar as próprias contas.

A planilha completa para quem quer morar sozinho

Preencha os campos a seguir para baixar de graça

E-mail enviado com sucesso.

1. Pague suas dívidas e guarde dinheiro

O primeiro passo para conseguir sair da casa dos pais é ter todas as suas finanças em dia. Sabe aquela fatura atrasada e aquele empréstimo que você ainda não terminou de pagar? O momento de quitar essas pendências é agora, porque as suas despesas vão crescer muito no momento que você colocar o pé para fora de casa.

E não basta só não ter dívidas – o ideal é que você guarde e invista seu dinheiro par arcar com a mudança e os possíveis contratempos que venham com ela. “Antes de sair de casa, fiquei alguns meses juntando uma quantia razoável de dinheiro para poder comprar móveis, eletrodomésticos e também para me prevenir para emergências que viessem a acontecer”, conta Guilherme Anguiano, engenheiro de 25 anos que saiu de casa há quatro meses.

Morar sozinho acaba gerando diversos gastos inesperados: eletrodomésticos que queimam, mobílias que quebram, contas vindo um pouco mais alto que o esperado… é bom ficar preparado”, diz Anguiano.

2. Pesquise onde quer morar

Decidir o lugar em que você vai morar é um ponto decisivo na hora de sair da casa dos pais. Antes de empacotar as coisas, você precisa definir a região que você quer morar, o teto de custos do aluguel e condomínio que você pode pagar e a proximidade da residência de pontos importantes para você. Com isso em mente, busque apartamentos e casas em sites como Quinto Andar, Viva Real e Zap e marque visitas para ver se eles são do seu gosto. Se você procura por repúblicas, vale a pena conferir grupos de Facebook.

Mas lembre-se: não se comprometa com aluguéis que estão fora do seu orçamento! O valor do aluguel deve representar uma parcela que você pode pagar todo mês, cerca de 30% ou 40% do seu salário. Por isso, analise se o valor do aluguel e do condomínio / seguro são compatíveis com o quanto você ganha e o quanto você gasta com outras despesas. Foi isso que o desenvolvedor Thiago Nunes, de 27 anos, fez. Nascido na Paraíba, ele recebeu uma proposta de emprego em São Paulo e precisava se preparar para os gastos que teria na capital paulista.

“Eu fiz uma planejamento básico antes de me mudar para São Paulo. Foquei no valor do aluguel que fosse acessível ao meu futuro salário e utilizei dinheiro guardado na conta para a viagem e para o primeiro mês de aluguel”, conta.

3. Coloque tudo na ponta do lápis!

Aluguel, conta de água e compras de supermercado são parte da rotina de quem mora sozinho. É boleto atrás de boleto e, se você não se organizar, eles podem se transformar numa bola de neve de dívidas. Antes de sair da casa dos seus pais, você precisa delimitar o máximo de custos que você pode arcar em cada uma das suas despesas.

A Valentina Tasende, engenheira de 26 anos que já mora sozinha há mais de 5 anos, disse que a dica de ouro para quem quer morar sozinho é “ser organizado com os custos e ter um controle financeiro para não ter surpresas no final do mês.” O jeito mais fácil de fazer isso é com a planilha de planejamento financeiro iq para quem vai sair da casa dos pais.

Com ela, você vai conferir todos os novos gastos que você terá para sair da casa dos seus pais. Tenha acesso aqui embaixo:

A planilha completa para quem quer morar sozinho

Preencha os campos a seguir para baixar de graça

E-mail enviado com sucesso.

4. Compre a mobília da sua casa

Quem começa a morar sozinho não pode esperar que a nova residência seja digna da revista Casa e Jardim. O começo da vida de “dono de casa” costuma ser minimalista, porque eletrodomésticos e mobílias, mesmo que sejam essenciais para o dia-a-dia, custam caro. Para não ficar endividado, separe um valor do seu orçamento (delimitado na planilha acima) especialmente para a compra de itens essenciais para a sua casa, sejam eles novos ou usados.

Uma opção para encontrar móveis com valores menores é pela internet: hoje em dia existem diversos grupos no Facebook dedicados a venda e revenda de itens e sites de comercialização como OLX e Mercado Livre. Mas lembre-se: para encontrar aquele sofá bom, bonito e barato, você vai precisar pesquisar muito.

Eu pesquisei muito as mobílias antes de comprar. Meu tempo na internet que não era trabalhando era fazendo isso, eu ia sempre atrás de código de desconto”, conta Lais Silva, designer de 25 anos.

Outra saída, que pode ser mais vantajosa financeiramente, é procurar apartamentos ou casas que já estejam mobiliados, como fez o analista de negócios Danilo Marcolongo, de 28 anos, na cidade de São Paulo. Ele relata que o gasto com mobílias foi quase zero, já que apenas buscava apartamentos que vinham com móveis e eletrodomésticos inclusos.

5. Pague todas suas contas em dia

Não basta só se mudar para uma casa nova – você tem que conseguir se manter nela. Ter todas as suas contas em dia já é o primeiro passo para isso. Para não ficar atolado de multas por causa dos pagamentos atrasados, vale a pena cadastrar suas contas de celular, água, gás e energia no iq: inserindo seus boletos no aplicativo, suas contas são pagas automaticamente com o cartão de crédito e você não precisa ficar mais preocupado com datas de vencimento. Assim você tem mais tempo para buscar aquelas inspirações de decoração no Pinterest para acrescentar na sua casa no futuro.

Cadastre-se no iq aqui:

Balde de água fria: dicas para você que vai morar sozinho

  • Aprenda a cozinhar para si mesmo e estabeleça uma rotina de tarefas domésticas. Você vai economizar muito dinheiro e aprender a valorizar o próprio esforço pra se dar mais conforto. Se for pra morar realmente sozinho, dê a cópia da sua chave pra alguém que você confia no caso de acontecer algo com você e a pessoa poder entrar na sua casa pra te resgatar – Lais Silva, 25 anos
  • Esteja preparado para assumir todas as responsabilidades e consequentemente queira sua liberdade. Como diria o Tio Avô de Peter Parker “Com grandes poderes vem grandes responsabilidades”. E a liberdade é um grande poder que requer muita responsabilidade – Lucas Gimenez, 26 anos
  • Defina quais motivos estão te levando a tomar essa decisão. Tente imaginar a sua rotina na nova casa para entender o que mudaria. Saiba que tipo de “mordomias” você estaria abrindo mão – Valentina Tasende, 26 anos
  • Tenha um dinheiro guardado para despesas iniciais. Isso te dará muito mais conforto e segurança na hora de achar um lugar para morar e facilitará sua transição – Vinícius Fernandes, 25 anos
  • Evite contratos muito longos, porque uma mudança inesperada de emprego pode fazer com que você pague alguma multa. Procure lugares para morar perto de mercados, farmácias e comércio em geral, além do trabalho – Danilo Marcolongo, 28 anos