Organizador financeiro: qual o melhor para sua rotina?

Por Redação IQ 360

Organizador financeiro

Organização é importante em praticamente todas as áreas da vida e quando se trata do segmento econômico, isso não é diferente. Afinal, gastos e receitas precisam ser colocadas na ponta do lápis para que se entenda onde o seu dinheiro está sendo gasto. Para facilitar essa tarefa, ter um organizador financeiro é sempre uma boa pedida para quem opta por mais possibilidades e mecanismos de organização de dados.

Um organizador financeiro pode ser físico, na forma de impressos como planners, ou digital, como planilhas e aplicativos. Não existe uma maneira que seja a melhor ou a mais adequada. Mas sim, aquela que se encaixa mais em seu estilo de vida, em suas preferências e em seus objetivos. Para escolher, a dica é: entenda exatamente o que você espera dessa ferramenta e, aí sim, busque por aquela que parece ser a mais interessante para você.

Para ajudar você nessa tarefa, fizemos abaixo uma seleção de elementos que você deve analisar na hora de fazer a sua escolha. Defina de uma vez por todas, qual será o organizador financeiro perfeito para colocar as suas finanças em dia e acompanhá-lo em todos os seus gastos, rendimentos e investimentos!

Saiba como ser aprovado para um cartão de crédito!

Confira dicas exclusivas no e-book iq para aumentar as chances de ser aprovado para um cartão de crédito.

E-mail enviado com sucesso.

Organizador financeiro: como escolher? Digital ou físico?

Você se considera uma pessoa mais, analógica ou digital? Se você prefere anotar recados em papéis e agendas, ao invés de usar o bloco de notas do celular, por exemplo, pode ser que você se sinta mais à vontade anotando as coisas em um planner impresso, do que em uma plataforma digital. No entanto, isso não é uma regra! O exemplo é somente para ilustrar que você deve realmente considerar seus hábitos e preferências antes de tentar uma iniciativa que pode se tornar massante com o tempo

Planners impressos podem ser grandes e detalhados, para quem prefere fazer tudo de casa, ou cadernetas compactas, e que podem ser usadas em qualquer lugar. Existem ainda, modelos com folhas não numeradas, que podem ser transportadas avulsas na bolsa ou mesmo na carteira.

Planilha ou app?

As opções de organizador financeiro digital podem ser divididas basicamente em planilhas e aplicativos. Ambas são bastante interessantes e, como já dissemos, a decisão vai depender de seus costumes e preferências.

Você prefere fazer as coisas em seu computador ou no próprio celular? Não vale responder isso pensando em seus hábitos de uso de redes sociais, pois eles se inserem como formas de entretenimento. Estamos falando de acesso aos extratos de bancos e verificação de dados oficiais.

Se você prefere usar um computador para essas tarefas, pode ser que a planilha seja a melhor opção. Personalizada desde o início, ou criada a partir de um template pronto, ela consegue fazer todas as contas necessárias para calcular seus gastos e receitas. Também é possível criar gráficos e modelos visuais

O B3, site da Bolsa, oferece gratuitamente uma planilha de controle de gastos para quem quer fazer uso dessa ferramenta como modelo de organizador financeiro. Vale a pena conferir a ideia e verificar se ela atende às suas necessidades.

Já as pessoas que optam pelo uso do celular ou tablet, para essa iniciativa, podem gostar mais de usar um aplicativo, como organizador financeiro. Intuitivos e fáceis de usar, eles permitem a inserção de dados no ato da compra e evita que esquecimentos e atrasos prejudiquem o seu esforço em manter tudo sob controle.

O Guiabolso, por exemplo, é um dos aplicativos mais antigos que atuam como organizador financeiro. Baseando-se na premissa da organização, o app expande suas funções para outras funcionalidades que facilitam em muito a rotina dos usuários.

Além disso, em muitos modelos de aplicativos de controle financeiro, é possível programar alarmes e avisos para situações específicas, tais como datas de vencimento de contas, limite mínimo de dinheiro em conta, aviso de transferências e de pagamentos. Essa funcionalidade é atrativa para quem não quer perder nenhuma data importante e para quem costuma se esquecer da chegada delas.

Sincronização com contas ou não?

Você sabia que muitos aplicativos de organização financeira permitem o cadastro de suas contas para pagamento automático? Com o iq Contas, por exemplo, você faz isso rapidamente e não precisa mais se preocupar com o vencimento de nenhuma das contas cadastradas. Além tudo, todo o pagamento fica unificado em um único cartão de crédito, o que pode render muitos pontos e milhas para o usuário.

O cadastro de contas ainda permite o acesso a benefícios variados, como descontos na hora dos pagamentos. No caso do IQ, você recebe R$ 20,00 de desconto no pagamento da primeira conta com uma empresa cadastrada e o mesmo valor na segunda conta de outra empresa parceira. Ou seja, de maneira simples, você organiza seus dados, gastos e entradas ao mesmo tempo em que ainda consegue economizar.

Funcionalidades adicionais

Muitos aplicativos já incluem uma modalidade conhecida como “gerenciador de sonhos” ou outro termo parecido. Ao inserir o seu objetivo final, ele permite acompanhar se você está cumprindo o que precisa para atingi-lo e o quão perto está de se tornar realidade. É uma boa maneira de monitorar os dados enquanto se motiva para trabalhar em prol de seus objetivos. Um exemplo de aplicativo com essa funcionalidade é o Jimbo, desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) que faz exatamente isso e ainda permite a criação de vários sonhos, que podem ser acompanhados simultaneamente.

O Money Lover é um aplicativo que oferta uma funcionalidade chamada “modo férias”, no qual você consegue organizar todas as suas despesas de viagens com mais facilidade e separadas das contas normais.