Como consultar o informe de rendimentos do Santander

Por Redação IQ 360

Como Consultar o Informe de Rendimentos no Santander

Todos os contribuintes que são correntistas bancários, possuem aplicações (renda fixa ou variável) ou planos de previdência privada precisam consultar os informes de rendimentos emitidos pela instituição financeira (banco ou corretora) para preencher a declaração anual de Imposto de Renda. O documento deve ser disponibilizado antes do ínicio do prazo de envio das declarações, o que acontece usualmente no começo do mês de março.

Cada instituição financeira possui seu próprio sistema e particularidades. As maneiras de acessar o documento podem ser diferentes, assim como alguns detalhes do informe de rendimentos.

SAIBA+IQ: Como declarar heranças e doações? MEI precisa declarar IR? Essas e outras dúvidas em um vídeo

Como consultar os informes do Santander?

O Santander disponibiliza com facilidade o informe de rendimentos em seu internet banking ou aplicativo. Ao contrário de outras entidades, o banco fornece um documento único para que o cliente encontre os dados sobre conta corrente, aplicações, empréstimos e outros produtos financeiros. Embora a centralização das informações simplifique todo o processo, quem possui muitas aplicações e um portfólio variado de investimentos e produtos no banco pode ter dificuldade em organizar as informações.

Para encontrar o informe, é preciso acessar a conta do internet banking ou aplicativo, e clicar na opção de “Declaração de Imposto de Renda”. Cada ano vigente terá uma identificação diferente.

O Santander fornece um relatório completo, ao invés de vários relatórios em separado. Além das aplicações costumeiras, o banco separa em seu relatório as informações de rendimentos tributáveis, rendimentos isentos, como a poupança, por exemplo, e rendimentos sujeitos a tributação exclusiva.

No mesmo informe, o correntista encontrará também os saldos em conta corrente e em previdência privada VGBL, que precisam ser lançados no IR. Em caso de dúvidas, é recomendável contatar o SAC ou o gerente de conta.

SAIBA+IQ: Tem rendimento com aluguel ou possui um imóvel? Precisa colocar no IR

Dicas para a organização

Antes mesmo de consultar os informes disponíveis, é bom fazer uma relação de todas as aplicações, produtos e serviços financeiros, para que não se deixe nenhum item escapar. É importante lembrar que investimentos, saldo em conta corrente e financiamentos devem ser declarados no IR, e entram nos critérios de obrigatoriedade de declaração. A relação de todos os produtos e serviços financeiros ajudará o contribuinte a identificar se ele é obrigado a declarar o IR.

Se você possui contas e aplicações em mais de um banco ou corretora, é recomendável fazer uma lista para cada instituição diferente. Não esqueça de incluir contas, cartões ou aplicações conjuntas.

SAIBA+IQ: Você sabia que algumas doenças isentam o pagamento de IR?