BMW i8: tudo sobre o carro híbrido da BMW

Por Maria Teresa Lazarini

bmw-i8

Definido pelo Inmetro como o carro esportivo de consumo mais econômico no Brasil, o BMW i8 é a principal aposta da montadora alemã BMW para o disruptor mercado de carros híbridos. Com sincronização perfeita entre o motor elétrico e o motor de combustão, o híbrido i8 é o primeiro automóvel superesportivo com consumo de combustível e emissões de CO2 típicos de carros compactos.

Mesmo apresentando design futurista, a linha i8 da BMW foi lançada em 2014 com a versão Coupe. Em 2018, a BMW lançou o i8 na versão Roadster, que conta com teto conversível e fatores como potência e desempenho aprimorados. Entretanto, apenas o Coupe está à venda no Brasil, com preço inicial de R$ 799.950 à vista.

O principal ponto de destaque do BMW i8 se deve ao design futurista: pesando menos de 1,5 tonelada por conta da fibra de carbono, o BMW i8 é tido por muitos como o “Batmóvel da vida real”. Além das portas que abrem para cima, o carro tem rodas aro 20 e design com aerodinâmica superior que garantem aceleração de 0 a 100 km/h em 4,4 segundos. Por ser um veículo híbrido, o BMW i8 atua com baterias de íons de lítio que podem ser carregadas no plugin em estações de carregamento ou terminais próprios.

Inspirações do BMW i8

O design e o conceito do BMW i8 têm grande inspiração em modelos passados da marca alemã. A primeira homenagem do BMW i8 é ao BMW M1, superesportivo de competição lançado em 1978. Desenvolvido com base na engenharia italiana da Lamborghini, o carro ítalo-alemão tinha seis cilindros em linha 3.5 de 277 cavalos.

Utilizando o M1 como exemplo, no final dos anos 2000 a BMW criou o Vision EfficientDynamics. Com design até então inovador para o público, o veículo exibia muitas transparências e curvas no desenho. O modelo apostava no propulsor a diesel que contabilizava potência de 139 cavalos. O motor de três cilindros do Vision EfficientDynamics impulsionava o carro de 0 a 100km/h em 4,8 segundos. A velocidade máxima era semelhante ao i8: 250km/h.

Entretanto, o Vision EfficientDynamics não se mostrava adequado ao público americano: além de ser movido a diesel, o modelo não tinha um desempenho que valia o preço. Por isso, a BMW começou a pensar em uma nova proposta que agradasse aos amantes dos carros esportivos, sem perder a questão da sustentabilidade.

Assim surgiu o BMW i8 Concept, que conseguia rodar até 35km só à base do pacote de células de lítio, que pode ser carregado completamente em 2 horas. O veículo fazia de 0 a 100km/h em 4,6s e a velocidade máxima se mantinha a mesma das versões anteriores: 250km/h. Mas, alguns detalhes no design desagradaram e o modelo não foi tão popular.

Com a promessa de ser um carro mais eficiente e visualmente inovador, a BMW começou a planejar o BMW i8. Em 2014, a primeira versão, Coupe, foi lançada para cair no gosto da maioria do público.

BMW i8: versões

BMW i8 Coupe

bmw-i8-coupe
Fonte: BMW

Única versão do BMW i8 disponível no Brasil, o BMW i8 pode ser comprado a partir de R$ 799.950. Com performance de se admirar, o híbrido consegue fazer de 0 a 100km/h em 4,6 segundos, além de atingir uma velocidade máxima de 250 km/h. Pelo preço, o superesportivo BMW i8 apresenta um bom desempenho. O Porsche 918 Spyder, por exemplo, que faz de 0 a 100km/h em 2,8s, custa R$ 4 milhões.

O motor elétrico aguenta apenas 37km de uso, ou seja, 18km a menos que o irmão Roadster e muito menos que outros concorrentes híbridos ou elétricos. O compacto Zoe da Renault,100% elétrico, entrega 300km de autonomia para o motorista. Ainda com o motor a base de íons de lítio, o Coupe consegue velocidade máxima de 120km/h. A versão já disponível no Brasil tem espaço para quatro passageiros e capacidade máxima de 154 litros no porta-malas.

O BMW i8 oferece desempenho estável e sofisticado em superfícies lisas, mas em terrenos mais irregulares a dirigibilidade deixa a desejar. Quanto à segurança, a montadora se destaca por equipar no veículo um sistema de frenagem automática e alerta de colisão.

BMW i8 Roadster

bmwi8-roadster
BMW i8 Roadster

Além de ainda não ser comercializado no Brasil, a principal diferença do BMW Roadster está no design. Com capota retrátil e uma cobertura para a traseira, o teto conversível do teto consegue ser acionado até 50km/h e leva 15 segundos para ser aberto ou fechado.

Entretanto, as janelas laterais traseiras foram retiradas a fim de instalar reforços estruturais no veículo. Os faróis têm nova disposição de luzes e as rodas, que contam com novo desenho, são de aro 20. A grade, fechada, perdeu as molduras azuis então presentes no BMW i8 Coupe.

O motor elétrico do BMW i8 Roadster tem autonomia de 55km, superando a versão anterior Coupe. Quanto ao peso, o modelo de 2018 está reduzido em apenas 5 kg, pesando um total de 1.485 kg. A potência combinada do Roadster se destaca em relação aos modelos antigos lançados pela BMW: com 374cv, o Roadster supera o Coupe em 9cv.

BMW i8 Coupe x BMW i8 Roadster

Informações PrincipaisBMW i8 CoupeBMW i8 Roadster
Bateria20Ah34 Ah
Potência do motor elétrico131 cv143 cv
Potência combinada365 cv374 cv
Torque combinado58,1 mkgf58,1 kgfmmkgf
Autonomia elétrica Até 37 kmAté 53 km
Peso1.490kg1.485 kg
Velocidade máxima (gasolina) 250 km/h250 km/h
Velocidade máxima (híbrido)120 km/h120 km/h

BMW i8: desempenho

Como destacado anteriormente, há uma diferença em relação à performance nas versões do BMW i8. Enquanto o Coupe faz de 0 a 100km/h em 4,6 segundos, o Roadster faz em 4,4s. Caso o Roadster esteja em modo conversível, ele consegue fazer de 0 a 100km/h em 4,6s, ou seja, o mesmo tempo do Coupe.

O BMW i8 conta com uma tecnologia chamada eDrive, que promete uma direção totalmente elétrica com autonomia de 37km ou 55km, conforme a versão. Por ser um veículo híbrido, o BMW i8 consegue combinar um motor elétrico com um potente motor a gasolina que garante uma transição suave e quase imperceptível entre as duas opções. A interação entre os motores é precisa e mantém a eficiência e o dinamismo equilibrados.

Na atuação à base do motor elétrico, o BMW i8 assegura uma excelente performance. Isso acontece porque o superesportivo conta com um sistema de arrefecimento inovador que mantém a bateria de alta tensão à temperatura de funcionamento ideal. Além de contribuir para uma performance exemplar, o sistema traz uma longa vida útil ao motor.

Para escolher que tipo de motor deseja usar, o motorista pode selecionar no painel central três diferentes modos de direção. Quando ele escolhe o modo esportivo (Sport), as quatro rodas são tracionadas com o máximo de potência, priorizando o consumo de gasolina. Já no modo eDrive, a direção é 100% elétrica. E na Comfort, acontece uma mescla entre as duas opções.

BMW i8: consumo

O Inmetro classificou o BMW i8 com o selo Conpet de eficiência energética, sendo definido como o esportivo mais econômico disponível no Brasil. Segundo a BMW, o veículo é o primeiro automóvel superesportivo com consumo de combustível e emissões de CO2 típicos de carros compactos. De fato, o carro emite 46g/km de CO2 combinadas.

O superesportivo precisa de pouco mais de 3 horas para carregar a bateria de 0 a 100%. Para o carregamento do BMW i8 são duas opções. Por meio do opcional BMW i Wallbox, cuja instalação é disponibilizada pela BMW, o motorista consegue carregar o veículo na própria casa. Diferentemente de países da Europa ou dos EUA em que existem diversas estações de carregamento espalhadas pelas cidades, o Brasil ainda não conta com essa facilidade – a própria BMW e a EDP instalaram pontos de recarga ao longo da Rodovia Presidente Dutra, entre São Paulo e o Rio de Janeiro. Por isso, é recomendado que o motorista adquira uma Wallbox.

A versão Coupe consegue fazer 11,3km a cada litro de gasolina na cidade. Na estrada, é possível rodar 13,6km a cada litro de gasolina. Quanto ao consumo energético, é gasto 1,77 MJ por km rodado.

BMW i8: adicionais

Além de oferecer toda a tecnologia interna do carro, o BMW i8 ainda disponibiliza outros benefícios inovadores ao motorista.

Os serviços BMW i ConnectedDrive são um exemplo. A tecnologia oferece uma ligação em rede que permite mobilidade inteligente e sustentável: o sistema de navegação oferece ao motorista um trajeto mais eficiente para o destino. Os motoristas do i8 também são agraciados com o aplicativo BMW i Remote, compatível com os sistemas iOS e Android, que possibilita acessar o BMW i8 por meio do smartphone.

Na proposta futurista do veículo, o BMW TeleServices quase “antevê” o futuro. Com o serviço, o concessionário do motorista do BMW i8 permanece informado sobre o estado do veículo e se é necessário executar um serviço no superesportivo.

Motoristas da BMW também podem solicitar o cartão BMW Value & Care, que oferece serviços de manutenção e reparação nos veículos com desconto e assistência em viagem gratuita BMW e descontos imediatos em combustíveis nos postos de abastecimento BP. Além disso, motoristas da BMW possuem condições especiais em seguros Liberty.

Com o superesportivo i8, a BMW consegue unir a sustentabilidade e a inovação para os motoristas -seja por meio do Coupe de 2014 ou pelo ousado Roadster de 2018.

As informações foram úteis?

0 / 5 (0 avaliação)