Dólar do cartão de crédito passa a ser o do dia da compra no exterior

Por Redação IQ 360

Compras no exterior
Nova medida para o câmbio não altera o IOF, que continua válido para compras no exterior

Depois de anunciar o corte do limite do crédito do cartão para clientes inadimplentes diminuírem o peso do crédito rotativo, o Banco Central decidiu mexer na regra das compras no exterior. A partir de 1º de março de 2020, todos os bancos emissores de um cartão internacional terão de travar o câmbio – dólar ou euro – no momento em que uma compra ou um saque são realizados fora do Brasil.

Atualmente, a conversão é feita na data de fechamento da fatura, muito próxima ao pagamento. “Normalmente, o cliente compra e paga a taxa de câmbio do dia de vencimento da fatura”, disse o presidente Ilan Goldfajn, dando o exemplo da variação cambial que pode encarecer o valor do produto. “O que estamos instituindo agora é que a taxa terá de ser do dia em que o cliente comprou.”

Para se ter uma ideia da diferença, o dólar comercial começou 2018 cotado a R$ 3,23. Em 28 de novembro, estava sendo negociado em torno de R$ 3,88. A valorização é de 20,1%. Mas, ao longo desses 11 meses, a moeda americana chegou a bater em R$ 4,19. Por isso, como a diferença cambial também pode favorecer o consumidor, caso o dólar ou o euro se depreciem frente ao real, as instituições financeiras terão de perguntar ao cliente se eles querem travar a cotação do câmbio no dia da compra.

Em 2016, o BC havia tornado facultativo o travamento do câmbio para os emissores de cartão de crédito. Como a adoção não era obrigatória, dependia da estratégia de cada instituição financeira oferecer essa possibilidade. O Nubank, por exemplo, adotou essa medida para todos os seus cartões com bandeira internacional. Há, porém, uma cobrança de 4% sobre o dólar PTAX (que são os contratos de dólar fechados pelas instituições financeiras). E lembrando que todas as compras no exterior pagam Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 6,38%.

As informações foram úteis?

0 / 5 (0 avaliação)