7 bicos para ganhar dinheiro extra em 2019

Por Isabela Borrelli

No primeiro semestre de 2018, 64% dos consumidores apostaram em trabalhos extras para complementar a renda

Quando a conta não fecha, trabalhos extras podem fazer a diferença e salvar do aperto. Confira 7 bicos para ajudar você a ganhar mais dinheiro

Muitas vezes, um emprego não é o suficiente para cobrir todas as despesas. É aí que os famosos bicos entram como opções atrativas para quem procura um dinheirinho extra, algo que está se tornando cada vez mais comum para o brasileiro. Segundo um estudo do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), no primeiro semestre de 2018, 64% dos consumidores apostaram em trabalhos extras para complementar a renda.

Mas como achar essas oportunidades? Existem várias formas de descolar um complemento de renda, desde respondendo pesquisas até fazendo pequenos serviços ou mesmo tours pela cidade à base de gorjetas. Se você está precisando de uma ajuda para pagar as contas, confira abaixo 7 bicos para você começar a fazer já:

Responda pesquisas

Diversas marcas oferecem pesquisas online remuneradas para ajudá-las a avaliar produtos, serviços, atendimento, entre outros. Duas plataformas que as reúnem são a Toluna e a GlobalTestMarket, sendo que em ambas a cada pesquisa respondida é possível acumular pontos e depois trocá-los por dinheiro ou outras recompensas. No caso da GlobalTestMarket, por exemplo, é possível ganhar uma média de US$ 5 por pesquisa (dependendo do tamanho e urgência).

Faça tours a pé pela cidade

Fala inglês, gosta de conhecer pessoas e de andar bastante? Se sim, essa pode ser a melhor opção para você. Conhecidos mundialmente como walking tours (em tradução livre: tours à pé), esse serviço consiste em passear com turistas em um roteiro pré-estabelecido, ensinando-lhes a história dos principais pontos turísticos da cidade. Apesar de teoricamente serem gratuitos, os tours funcionam à base de gorjetas (que podem ser bem vantajosas). Gostou? Candidate-se em agências como a São Paulo Free Walking Tour.

Seja um amigo local

Também focado em turistas, o site Rent a Local Friend permite que você alugue seu tempo e seu conhecimento da cidade para gringos. Funciona da seguinte forma: você se cadastra na plataforma, falando sobre você e suas experiências da região (quanto mais exclusivo melhor) e com os dias e horários que tiver livre. O preço do aluguel você decide, podendo ser de US$ 65 até mais de US$ 200 o período de quatro horas. Uma vez cadastrado, os interessados entrarão em contato e aí é só marcar (e ganhar)!

Dê caronas

Se você sabe dirigir e tem um carro, una o útil ao agradável e cadastre-se em uma plataforma de caronas compartilhadas. Algumas opções são a Uber ou o 99, que tem um modelo similar de oferecer corridas por preços acessíveis, e também o Blablacar, que conecta pessoas que estão indo para o mesmo destino em um sistema de caronas. Em uma viagem de 5km no Uber, por exemplo, o motorista tira uma média de R$ 9,66 (contando com o desconto da taxa do aplicativo).

Ofereça pequenos serviços

Aproveite alguma habilidade sua e lucre em cima: que tal oferecer aulas de violão ou uma ajuda para montar móveis? Plataformas como o GetNinjas permitem que você se candidate como prestador de serviços variados, de assistência técnica, aulas variadas até design e tecnologia. Como os tipos de serviços são muito abrangentes, a média dos ganhos varia, então é bom se ater ao preço de mercado.

Seja babá de pets

Já pensou em passar um tempo cuidando de bichinhos de estimação e ainda ganhar por isso? Esse é um dos bicos que está ficando cada vez mais comum, uma vez que as pessoas passam menos tempo em casa e precisam de alguém para ficar de olho e brincar com os animais. O site Pet Anjo é focado em oferecer cuidadores que vão a domicílio ou que hospedem os bichinhos, já o My Pet’s Nanny permite que você se cadastre em diversos serviços diferentes (desde babá até táxi pet). A média de preço dos pet sitters do Pet Anjo, por exemplo, é de R$ 60 o dia.

Faça freelas

Aproveite do seu conhecimento profissional e ofereça trabalhos freelancers para quem precisa. Plataformas como Workana e Freelancer reúnem pedidos dos mais variados, sendo possível se candidatar e negociar com o cliente o orçamento do serviço.

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!