Suno Research: quem é a principal concorrente da Empiricus

Por Redação IQ 360

A Suno Research é uma casa de análise independente, ou seja, não está atrelada a nenhuma corretora ou instituição financeira e seus lucros derivam principalmente da venda de relatórios sobre o mercado financeiro e produtos similares. Ela ajuda pessoas interessadas em investir por meio de textos analíticos, que contêm indicações e ideias de aplicação financeira e balanceamento da carteira de investitmentos.

Não é só pelos seus serviços de análise que a Suno é conhecida. A empresa de research é a principal concorrente da Empiricus, uma rivalidade que já causou desentendimentos (como você lerá abaixo). No entanto, as confusões não abalaram o moral da empresa: a Suno tem uma boa reputação no Reclame Aqui, com uma nota de 8,6 de 10, com 100% das reclamações respondidas e 80,6% dos clientes afirmam que voltariam a fazer negócio.

SAIBA+IQ: Tá ligado nessa nova forma de investimento? Tudo sobre o LIG

Quem é a Suno?

A Suno Research foi fundada em fevereiro de 2017 por Tiago Reis, administrador com mais de 15 anos de experiência no mercado de capitais, com o objetivo de ajudar clientes a investir melhor e, ao mesmo tempo, gerar rentabilidade. A inspiração para o nome veio da ideia de iluminar os investidores do Brasil, uma vez que, em esperanto, suno significa sol.

Para isso, a casa de análise começou a produzir conteúdos gratuitos quatro meses antes do lançamento da empresa. Assim que disponibilizaram o primeiro produto à venda, em fevereiro de 2017, a primeira compra foi confirmada. Se havia dúvidas sobre a viabilidade do negócios, ela acabou antes mesmo de a Suno ter conseguido testar o sistema de venda online.

Desde então, a empresa tem apostado em um posicionamento antagônio ao da Empiricus, competidora direta e veterana no mercado, brasileiro conhecida pela estratégia agressiva de vendas. No entanto, essa oposição ultrapassou a linha que separa a competição saudável e de uma rixa declarada.

SAIBA+IQ: Por que o título de capitalização é um mau negócio

Bate-boca (e cabeça) com a concorrência

A inimizade entre Tiago Reis, sócio da Suno Research, e Felipe Miranda, fundador da Empiricus, cresceu online, em uma constante troca de farpas via redes sociais. O ponto alto da desavença, no entanto, foi presencial: no evento Latin Investment Conference, em 2017, eles discutiram e Miranda deu uma cabeçada em Reis.

O problema se dá, principalmente, pela publicidade. Enquanto a Empiricus opta por uma abordagem eticamente duvidosa e promessas impossíveis de serem alcançadas, a Suno tem um posicionamento mais discreto e pé no chão. Isso não significa que a empresa, ou melhor, seu sócio, fuja das provocações.

Recentemente, Reis não ficou calado com a propaganda da Empiricus com a Bettina, copywriter de 22 anos que afirmou ter transformado R$ 1.520 em mais de um milhão em apenas três anos. Ao contrário, ele desafiou a garota a mostrar as notas de corretagem: se ela topasse, ele doaria R$ 10 mil para o GRAACC, o Grupo de Apoio ao Adolescente e Criança com Câncer. No final, quem perdeu foi a instituição sem fins lucrativos porque nem a Bettina nem a Empiricus se manifestaram.

SAIBA+IQ: Investir no Tesouro Direto ficou mais vantajoso. Saiba o motivo

Suno: propósito e atendimento

Apesar das brigas públicas, a Suno parece estar cumprindo o que se propôs lá no comecinho: seu atendimento tem uma ótima avaliação e seu público é fiel. No Reclame Aqui, a empresa conquistou a nota 8,6 e 80,6% dos clientes afirmam que voltariam a fazer negócio. Na Empiricus, só 32,6% dos clientes fariam negócios novamente.

SAIBA+IQ: Como se aposentar no Brasil e por que se fala tanto em Reforma da Previdência?

Relatórios, guias e cursos: a aposta da Suno Research em conhecimento

Mas de onde vem tanta aprovação? A Suno, como já abordado, aposta em uma rede de conteúdos gratuitos e pagos com o objetivo claro de auxiliar, da melhor forma possível, o investidor a fazer as melhores escolhas de investimento.

Apesar de ter começado com produtos gratuitos e continuar apostando no formato para atrair um número maior de pessoas, a receita da Suno vem, em sua maioria, das assinaturas de conteúdo. Eles são relatórios e análises sobre investimentos distribuídos entre cinco planos:

Suno Premium

Tem um acompanhamento completo do mercado e mais alguns benefícios.

Suno Ações

Oferece relatórios e recomendação de carteira de ações Valor e Dividendos.

Suno FIIs

Dá acesso a acompanhamentos e recomendações de Fundos Imobiliários.

Suno Internacional

Focada em quem deseja investir fora do Brasil, reúne relatórios e carteira sobre o mercado internacional.

Suno Small Caps

Acompanhamento de ações pequenas em capitalização, mas com muito potencial.

Além dos pacotes e conteúdos gratuitos, a Suno investiu no mercado editorial e lançou alguns guias vendidos pela Amazon, sendo que o primeiro deles, o Guia Suno Dividendos: Aprenda a selecionar ações que geram renda, é de longe o de maior sucesso.

Mas não é só: atrelado à proposta de ensinar o público sobre investimentos, acompanhando-o do nível iniciante ao  avançado, a casa de análise também aposta em cursos online. Até o momento, são quatro:

O Novo Investidor: focado em quem quer começar a investir, mas não sabe como começar.

Investindo em Fundos Imobiliários: ensina um poupador interessado na estabilidade do mercado imobiliário a investir em fundos imobiliários ao invés de comprar imóveis para alugar.

Contabilidade para Investidores: promete um passo a passo de como entender demonstrativos financeiros de empresas listadas na B3.

Valuation e precificação de ativos: ensina a precificar ativos listados na bolsa e a definir uma margem segura para comprá-los.

SAIBA+IQ: Os ETFs podem ser a sua porta de entrada na bolsa

As informações foram úteis?

Você não achou esse artigo útil.
Nos ajude a melhorar! Como podemos tornar esse artigo mais útil?
Agradecemos pelo seu feedback!