Como consultar o informe de rendimentos na Caixa

Por Redação IQ 360

informe-rendimentos-caixa

Todos os contribuintes que são correntistas bancários, possuem aplicações (renda fixa ou variável) ou planos de previdência privada precisam consultar os informes de rendimentos emitidos pela instituição financeira (banco ou corretora) para preencher a declaração anual de Imposto de Renda. O documento deve ser disponibilizado antes do ínicio do prazo de envio das declarações, o que acontece usualmente no começo do mês de março.

Cada instituição financeira possui seu próprio sistema e particularidades. As maneiras de acessar o documento podem ser diferentes, assim como alguns detalhes do informe de rendimentos.

SAIBA+IQ: Principais dúvidas relacionadas à declaração do IR

Como consultar os informes da Caixa?

Muitas pessoas relatam problemas com os serviços da Caixa. O banco estatal é conhecido pela morosidade em prestar informações – seja presencialmente ou pela internet. Mas nos últimos anos, a Caixa tem feito um esforço para melhorar seu contato com os clientes. Uma dessas iniciativas foi um redesenho de algumas áreas do site, do internet banking e do aplicativo Caixa. Essa mudança tornou mais simples a obtenção do informe de rendimentos pelas ferramentas on-line.

Por meio de uma página principal, os clientes têm acesso a todas as informações relacionadas aos informes de rendimentos de contas correntes, aplicações, previdência, crédito, capitalização e consórcio.

Vamos dar o passo a passo do caminho mais indicado, pelo internet banking. Na tela inicial, clique no ícone de “Minha Conta”. Um menu com algumas opções aparecerá – dentro da lista de “Demonstrativos”, selecione a opção “Informe de Rendimentos IRPF”. Em seguida, clique em “Continuar”.

O informe completo do ano vigente aparecerá na tela. Os documentos referentes aos anos anteriores devem estar disponíveis nas mesmas plataformas. Alguns usuários têm relatado dificuldade em acessar os informes de rendimentos antigos. Se isso acontecer, o recomendável é comparecer a uma agência ou entrar em contato com o gerente da conta.

SAIBA+IQ: Devo declarar no IR investimentos isentos, como LCI, LCA e debêntures incentivadas?

 

Dicas para a organização

Antes mesmo de consultar os informes disponíveis, é bom fazer uma relação de todas as aplicações, produtos e serviços financeiros, para que não se deixe nenhum item escapar. É importante lembrar que investimentos, saldo em conta corrente e financiamentos devem ser declarados no IR, e entram nos critérios de obrigatoriedade de declaração. A relação de todos os produtos e serviços financeiros ajudará o contribuinte a identificar se ele é obrigado a declarar o IR.

Se você possui contas e aplicações em mais de um banco ou corretora, é recomendável fazer uma lista para cada instituição diferente. Não esqueça de incluir contas, cartões ou aplicações conjuntas.

SAIBA+IQ: Quem precisa declarar o Imposto de Renda? Essa e outras dúvidas em um vídeo especial