Spotify vale a pena? Descubra agora!

Por admin

Spotify vale a pena

Atualmente, a música possui uma proporção global e nos afeta diariamente com uma variedade incrível de ritmos. Nesse contexto, torna-se plausível a busca por um streaming de música que ofereça um serviço de qualidade, o que nos leva a uma questão: Spotify vale a pena?

Se você é um amante de música e já teve essa dúvida, continue lendo este texto.

Spotify vale a pena? Veja o que analisar

O que é Spotify?

Lançado oficialmente em 2008 pela empresa Spotify AB na Suécia, o Spotify consiste em um serviço de streaming que oferece um acervo gigantesco de músicas (mais de 30 milhões de conteúdos audíveis), vídeos e podcasts de milhares de cantores e artistas do mundo inteiro.

Atualmente, esse serviço está disponível em quase todos os países do mundo, e pode ser acessado por diversos dispositivos eletrônicos, como: smartphones (IOS e Android), tablets e computadores (Windows e Linux).

Vale ressaltar que a plataforma oferece ao usuário suas funções básicas em um plano gratuito, no entanto, algumas vantagens são disponibilizadas para os assinantes do Spotify Premium.

Por conta disso, o Spotify é considerado o serviço de streaming musical mais popular do mundo na atualidade, contabilizando em média 217 milhões de usuários ativos na rede.

Como o Spotify funciona?

Em uma visão geral, o Spotify funciona como uma grande plataforma, com acesso direto a milhares de músicas de todos os gêneros, sendo que, para acessá-lo, o usuário necessita apenas de um dispositivo eletrônico e de internet.

Em primeiro lugar, você deve se cadastrar na plataforma, via Facebook ou criando uma conta com um e-mail válido. Esse cadastro inicial é gratuito (Spotify Free), no entanto, o usuário pode optar por um plano pago (Spotify Premium). No último caso, além do cadastro normal, serão exigidos os dados do cartão (crédito ou débito) do interessado.

Feito o cadastro, você terá acesso a todas as músicas e playlists da plataforma, poderá montar e compartilhar as suas playlists e, no caso do Spotify Premium, baixar as suas músicas e escutá-las offline.

Além disso, você pode descobrir novas músicas, pois o Spotify possui uma opção chamada “Descubra”, na qual a plataforma irá lhe recomendar algumas músicas com base nas suas interações dentro daquela rede.

Saiba como ser aprovado para um cartão de crédito!

Confira dicas exclusivas no ebook iq para aumentar as chances de ser aprovado para um cartão de crédito

E-mail enviado com sucesso.

Planos do Spotify

Além da opção gratuita, o Spotify oferece alguns planos pagos, que dão ao assinante algumas vantagens dentro da plataforma. Antes de escolher o seu, é muito importante que você saiba claramente para quem se destina cada um desses planos e qual é o que melhor se enquadra na sua atual condição.

  • Premium Individual (R$ 16,90): esse plano é destinado para uma única pessoa, e conta com todas as vantagens do Spotify Premium.
  • Premium para Universitários (R$ 8,50): esse plano é destinado a uma única pessoa, matriculada em alguma instituição de ensino superior, necessita do comprovante da matrícula para ser aprovado e precisa ser renovado a cada 12 meses.
  • Premium Duo (R$ 21,90): esse plano é destinado para duas pessoas que morem na mesma residência, serão disponibilizadas duas contas (individuais para cada um dos usuários) e há a opção de compartilhamento de todas as playlists entre os dois usuários da conta.
  • Premium Família (R$ 26,90): esse plano é destinado para, no máximo, seis pessoas que compartilhem a mesma residência. São disponibilizadas 6 contas (personalizadas para o gosto individual de todos os integrantes) e há uma opção de controle parental, em que os responsáveis são avisados quando usuários menores de idade têm acesso a músicas explicitas.

Vale ressaltar que, assim que qualquer um dos planos descritos acima for assinado, o assinante ganhará os primeiros 3 meses gratuitos para fazer o teste e concluir se vale ou não a pena ou não aderir ao serviço.

Que músicas tem no Spotify?

Um dos grandes medos de quem pretende se cadastrar no Spotify está relacionado aos gêneros musicais que podem ser encontrados ali, pois muitos streamings musicais focam em um determinado tipo de música.

No entanto, o Spotify não se direciona a um gênero musical em específico, pelo contrário, a plataforma possui hoje mais de 300 milhões de músicas de diversos estilos diferentes, pois o seu objetivo principal é abarcar o maior número de usuários e, para isso, é necessária uma grande variedade musical.

Segundo dados divulgados pela própria plataforma, os gêneros musicais mais escutados no Brasil, em 2018, foram o funk e o sertanejo, enquanto no âmbito mundial o gênero mais ouvido foi o pop.

Dá para ouvir músicas offline?

A resposta inicial dessa pergunta é: depende!

O Spotify oferece a opção de baixar as músicas para escutá-las offline apenas para os assinantes de planos Spotify Premium, ou seja, usuários que possuem a versão gratuita do serviço não conseguirão fazer o download de suas músicas.

Aos assinantes do Spotify Premium, existe a possibilidade de baixar até 10 mil músicas por conta, no entanto, essas músicas só podem ser acessadas dentro da própria plataforma e não há possibilidade de compartilhamento desses conteúdos para outros dispositivos.

Caso você possua um plano pago e não saiba como baixar as suas músicas na plataforma, siga os 5 passos abaixo e aproveite as suas músicas mesmo sem internet:

  1. Abra o Spotify;
  2. Clique em “Sua Biblioteca”;
  3. Clique em “Músicas”;
  4. Escolha a música;
  5. Clique em “Baixar” (necessário acesso à internet).

Então, o Spotify vale a pena na sua versão premium?

A escolha entre o Spotify Free e o Spotify Premium é muito subjetiva, e vai daquilo que cada um busca dentro da plataforma. Por conta disso, caso você esteja em dúvida se vale ou não a pena assinar um plano pago nesse streaming, confira a lista abaixo com as principais diferenças entre os dois:

  • Anúncios: enquanto o plano pago está isento de anúncios, na versão grátis, a cada 30 minutos de música, há algum tipo de publicidade interrompendo a playlist;
  • Pular faixas: no plano gratuito, os usuários podem pular apenas seis músicas, e só podem escutar as playlists em ordem aleatória, enquanto no plano pago não existem essas restrições;
  • Qualidade do som: a versão paga permite uma qualidade de até 320 kb/s, enquanto o plano gratuito possui apenas a qualidade normal de 96 kb/s;
  • Música offline: só existe essa opção no plano pago.

Dessa forma, podemos perceber que o Spotify vale a pena para aqueles que são apaixonados por música. Se você gostou deste texto, não deixe de acessar nossa página e conferir outros artigos!