SKY pré-pago é a melhor opção para você?

Por admin

SKY pré-pago

Está sem espaço livre dentro do seu orçamento, mas não quer deixar de assistir algum programa especial? Então, saiba que é possível contratar mensalmente um plano pré-pago de TV por assinatura.

Esse plano é para aqueles que utilizam a televisão de forma ocasional, mas não querem perder a partida de futebol, por exemplo.

Faz algum tempo que algumas operadoras oferecem esse modelo de pagamento. Hoje, vamos falar especificamente dos serviços da SKY, com a finalidade de trazer todas as informações possíveis sobre.

SKY pré-pago vale a pena? Confira o nosso artigo e descubra!

Saiba como ser aprovado para um cartão de crédito!

Confira dicas exclusivas no ebook iq para aumentar as chances de ser aprovado para um cartão de crédito

E-mail enviado com sucesso.

Como funciona o serviço SKY pré-pago?

A SKY livre, como é chamado o serviço, funciona através de uma antena de TV. Essa antena capta os sinais dos canais de televisão, como Globo, SBT e Band, de forma totalmente digital, e os transmite para o receptor acoplado na casa.

Contudo, diferente das outras antenas da operadora, a SKY livre só funciona através de crédito. Quando não colocamos créditos no celular, não conseguimos usar serviços de ligação, internet e SMS, certo? Isso funciona da mesma forma com a SKY pré-pago!

Após colocar crédito, a operadora ainda oferece como cortesia um mês de sinal aberto ao final da recarga.

Como dito, os planos de TV pré-pagos funcionam de modo semelhante aos planos de celular e, dependendo da empresa, as recargas podem ser de 15, 30 ou 60 dias. Em algumas operadoras, também existem planos semestrais e anuais.

A SKY conta com o plano anual e, para ter acesso a ele, o assinante deve comprar primeiramente o dispositivo de sinal, podendo parcelá-lo em até 12x. A instalação também costuma ser paga, pois é uma equipe técnica que irá realizá-la.

Após instalar o equipamento, a pessoa vai precisar entrar em contato com a SKY para habilitar o aparelho e fazer o cadastro de informações e, normalmente, só é solicitado o CPF. Uma vez ativo, o assinante já pode iniciar a recarga feita e aproveitar os canais.

É preciso lembrar que, mesmo que você tenha a antena em casa, ela só vai funcionar se tiver sido feita a recarga.

Ademais, é possível ter, na residência, mais de um ponto de TV. A antena funciona na casa inteira, então, não é necessário comprar outra, mas é preciso ter um receptor para cada aparelho de televisão da casa.

Mas não se preocupe, a recarga não é por equipamento, ela é válida para todos os dispositivos de televisão na casa, que estejam cadastrados no código do assinante.

Trata-se de uma regra da Anatel! Não devem ocorrer cobranças extras sobre pontos de televisão instalados em um mesmo endereço.

Agora que você entende como funciona o modelo SKY livre, deve estar pensando: ele é o ideal para a minha casa?

Para descobrir se esse serviço vale a pena, leia o nosso tópico a seguir.

Vale a pena assinar o plano pré-pago?

Assinar o pré-pago da SKY é o ideal para orçamentos econômicos. Devido aos gastos com equipamentos, os primeiros meses você não vai economizar tanto, mas após um período, o seu gasto anual com mensalidades de TV vai diminuir de forma significante.

Com esse serviço, você tem uma maior flexibilidade de escolha sobre o quanto deseja pagar. Por exemplo, em meses com orçamentos mais apertados, vai poder optar por economizar na conta de televisão, como também pode escolher gastar mais na hora que quiser.

Muitos questionam se esse serviço é bom, mas trata-se de uma pergunta relativa. Ele é bom, a depender do seu perfil. Se, por exemplo, você assiste bastante alguns canais, mas na sua região eles não pegam na SKY livre, essa opção não é a ideal.

Porém, se você assiste TV ocasionalmente ou somente quando tem algum evento importante, como um jogo de futebol ou um filme que tem interesse, ela pode ser a opção certa.

Um benefício a ser levado em conta na SKY livre é que, mesmo sendo pré-paga, ela permite assinar canais de pacotes, como Telecine, HBO e Premiere mantendo, ainda assim, um plano econômico.

Contudo, um ponto de desvantagem é que a manutenção do dispositivo fica por conta do assinante, e não vai ser atualizado para novos modelos que chegarem, como acontece no plano pós-pago.

Em questão de valor, o equipamento completo (receptor, antena, amplificador e cabo) e a instalação custam, no total, R$ 216,00, podendo ser parcelado.

O preço está de acordo com o mercado, e ainda pode sair mais em conta quando comparado com outras operadoras. Caso necessite de cabos maiores, a SKY ainda permite negociar a quantidade excedente.

Confira os pacotes disponíveis na SKY Livre e escolha aquele que estiver de acordo com o seu perfil:

Digital: plano econômico, que funciona com uma antena normal, tendo acesso aos canais abertos da TV brasileira. Possui 24 canais televisivos, 16 de rádio e 28 de música. A recarga custa entre R$ 14,00, para o plano simples, e R$ 49,90, para o plano conforto.

Smart: plano também econômico, mas com um pacote maior e mais caro que o digital. Possui 49 canais televisivos, 52 de rádio, 16 abertos e 8 de entretenimento. O preço varia pelo tempo comprado, sendo R$ 36,90 por 15 dias, R$ 58,90 por 30 dias e R$ 98,90 por 60 dias.

Master: esse plano possui o dobro de programação do serviço Smart, tendo mais canais de entretenimento, perfeito para quem gosta de esportes e deseja um contrato mais em conta. Além de ter todos os canais abertos, ele conta com 14 canais de filmes, 8 infantis, 6 de cultura e 15 de variedades, incluindo de esportes. O valor é referido a 15 ou 30 dias de uso, ficando entre R$ 55,90 e R$ 86,90, respectivamente.

Advanced: Essa é a opção completa do SKY livre, com todos os canais de filmes, infantis, variedades, notícias e esportes. O valor é fixo para 30 dias de uso, ficando em R$ 109,90 por recarga. Por essa opção não ser tão em conta, nesse caso, migrar para o pós-pago pode ser melhor.

Pré-pago x pós-pago

As diferenças entre os dois modelos normalmente são levadas em consideração durante a escolha de planos, mas o que configura uma desvantagem para um, pode ser uma vantagem para outro.

A principal diferença entre esses planos é que, no pré-pago, o cliente paga pela instalação e equipamento no primeiro mês, enquanto no pós-pago a operadora oferece ao consumidor pelo sistema comodato, isto é, ele fica com o dispositivo enquanto utilizar os serviços da empresa.

Assim, no plano pós-pago, o assinante não vai precisar se preocupar com manutenção, enquanto no plano pré-pago, o cliente tem uma garantia de 1 ano, mas a manutenção fica por sua conta.

Quem procura planos combos, como internet, televisão e telefonia, o plano pré-pago sai em desvantagem, pois a economia, ao final do mês, que é o esperado para esse serviço, é baixa, ficando mais em conta os planos pós-pago.

Por outro lado, quem contrata ocasionalmente alguns serviços, o pré-pago é uma vantagem, pois significa uma economia maior. E como os preços variam, o cliente pode optar pelo que estiver de acordo o orçamento dele a cada mês.

Quando comparados os valores entre os planos, nos primeiros meses, a diferença é pequena. Entretanto, após um ano de assinatura, o custo do serviço livre é bem mais barato que o pós-pago.

Entendendo como funcionam esses planos, você vai poder pensar na opção que pode custear. Nesse contexto, sabia que você pode tornar os pagamentos das suas contas uma tarefa mais fácil? Saiba, que nós, da IQ, contamos com uma plataforma que pode auxiliá-lo na administração dos seus gastos mensais.

A nossa empresa conecta os seus boletos mensalmente na plataforma, como de água, energia e de televisão, gerenciando-os. Um ótimo meio de otimizar seu tempo e diminuir sua preocupação com contas!

E aí, decidiu se SKY pré-pago vale a pena? Então, continue navegando em nosso site e saiba 5 dicas de como organizar sua vida financeira!