Quanto custa viajar: estimativas para o futuro viajante

Por admin

Quanto custa viajar

A principal dúvida do futuro viajante é quanto custa viajar para conhecer lugares incríveis mundo afora ou até mesmo dentro do país. Afinal, é preciso fazer uma estimativa financeira precisa para evitar passar por transtornos em sua viagem, transformando o que era para ser um passeio sensacional em uma experiência ruim.

A princípio, você deve levar em consideração o seu estilo de viajante e seu poder aquisitivo. Se você gosta e tem recursos suficientes para fazer um passeio de luxo, ótimo. Agora, se suas exigências são diferentes, vale a pena pesquisar outras opções sem deixar de aproveitar o que aquele determinado lugar tem a oferecer.

Pensando em ajudá-lo a fazer um cálculo eficiente da sua viagem, separamos os principais itens que você precisa estar atento e não esquecer de inserir no seu orçamento. Acompanhe!

Quanto custa viajar no Brasil?

Passagens

O preço das passagens varia de acordo com a região visitada. Uma viagem para a Bahia, por exemplo, varia entre R$ 264 a R$ 405 por adulto ― isso se você partir de São Paulo.

Um dos destinos mais caros do Brasil é a ilha de Fernando de Noronha. As passagens variam entre R$ 1.730 a R$ 2.496.

Alimentação

A alimentação em viagens nacionais precisa ser calculada com cuidado. Afinal, se você deseja experimentar as comidas típicas da região, será necessário dispor de um pouco mais de recursos.

No mais, avalie quais refeições fará, como café, almoço e jantar, e estipule um valor para gastar exclusivamente com isso ao longo da viagem. O ideal é ter pelo menos R$ 100 para gastar por dia em alimentação.

Hospedagem

As despesas ligadas à hospedagem variam de acordo com a região que você ficará. Se você vai viajar para uma praia nordestina, por exemplo, e quer se hospedar em um apartamento de frente para o mar, deverá reservar pelo menos R$ 500 para as diárias.

Quanto custa viajar para o Mercosul?

A vantagem de viajar para países do Mercosul é que você não precisa de visto. No mais, existem diversas despesas que precisam ser calculadas. Veja!

Passagens

Você sabia que as passagens para países do Mercosul geralmente são mais baratas do que as com destino nacional, para os pontos turísticos mais badalados, como Fernando de Noronha?

Se você viajar para a Argentina, por exemplo, poderá encontrar passagens entre R$ 680 a 1.300.

Alimentação

O valor gasto com a alimentação varia de acordo com a moeda local. Por exemplo, se você vai visitar o Chile, a moeda do país é o peso chileno.

Uma refeição acompanhada de uma bebida alcoólica, como o vinho, pode custar em torno de 13 mil pesos com a gorjeta, o que gira em torno de R$ 72.

Hospedagem

As despesas ligadas à hospedagem nos países do Mercosul também variam de acordo com a região que você ficará. Se você vai viajar para Buenos Aires, por exemplo, você pode encontrar hospedagens a partir de R$ 180 a diária.

Quanto custa viajar para outros continentes?

Passagens

O custo das passagens para outros continentes tende a ser bastante oneroso, o que pesa ainda mais no orçamento da viagem. No entanto, existem outros meios eficientes de economizar na hora comprar sua passagem aérea.

Comprar com antecedência é a dica básica. Para conseguir bons descontos ― até mesmo para viajar em períodos de alta temporada ― programar-se para comprar suas passagens com cinco ou até seis meses de antecedência lhe renderá uma ótima economia.

Não deixe também de comparar as passagens com as mais diversas companhias aéreas. Nesse momento, leve em consideração a data de embarque e até o horário do voo. Esses detalhes podem fazer muita diferença no valor final. Por fim, lembre-se de se cadastrar para receber ofertas das companhias aéreas.

Alimentação

Esse tipo de despesa é muito variável, pois depende muito do seu estilo de vida, preferências e necessidades nutricionais.

Por exemplo, com US$50 por dia é possível fazer refeições bem econômicas nos EUA. Agora, se você tem disponibilidade para gastar até US$ 75 por dia, a sua alimentação pode ser melhor, contemplando até bebidas alcoólicas.

Hospedagem

Existem vários sites que fazem a comparação de preços com vários hotéis da região que você vai visitar, mostrando as vantagens que cada um oferece.

Caso você não queira ficar em hotéis, também pode pesquisar uma hospedagem no site da Airbnb. Por meio dele, é possível alugar casas, apartamentos e muito mais, em qualquer lugar do mundo. Basta inserir os dados do lugar que deseja visitar e comparar os preços e experiências de outros hóspedes.

Vacinas

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recomenda que você tenha sempre em dia as vacinas para:

  • Febre amarela;
  • Tétano;
  • Difteria;
  • Hepatites A e B;
  • Tríplice Viral (protege contra Sarampo, Caxumba e Rubéola);
  • Antirrábica (protege contra a raiva, eventualmente transmitida em mordida de cachorros, ratos e morcegos. Pode ser útil).

Quais são as outras despesas mais comuns?

Passaporte e visto

Se você deseja viajar para fora do país, o primeiro passo a ser dado é tirar o passaporte e, se necessário, o visto para poder entrar no país de destino. No caso passaporte, os documentos exigidos são os seguintes:

  • RG;
  • Passaporte antigo (quando houver);
  • Comprovante de pagamento do GRU (Guia de Recolhimento da União);
  • CPF

As consultas da situação do cidadão junto à justiça eleitoral e ao serviço militar serão feitas de maneira online, na hora do atendimento.

No entanto, vale ressaltar que, se os dados divergirem ou a sua situação estiver irregular, os documentos de quitação serão solicitados.

Separados os documentos, você deverá preencher o formulário eletrônico de solicitação e, em seguida, pagar a taxa de concessão de passaporte comum, a qual gira em torno de R$ 257,25.

Após seguir todos esses passos, é necessário agendar o atendimento no Departamento da Polícia Federal e levar todos os documentos exigidos.

No caso do visto, os valores variam de acordo com o seu destino. Vamos pegar o exemplo do visto mais comum, que é o american (EUA).

A taxa dos vistos é separada por categorias. Sendo assim, você pagará US$ 160 nas seguintes situações:

  • B1 – Negócios;
  • B2 – Turismo;
  • C – De trânsito;
  • D – Tripulantes;
  • F – Estudante acadêmico;
  • J – Intercâmbio;
  • I – Representantes de meios de comunicação;
  • M – Estudante vocacional.

US$ 190 para:

  • H – Trainees e trabalhos temporários;
  • L – Transferências de uma mesma empresa;
  • O – Cidadãos estrangeiros com habilidades extraordinárias;
  • P – Atletas, artistas e outros profissionais do entretenimento;
  • Q – Programas internacionais de intercâmbio cultural;
  • R – Profissionais religiosos.

Por fim, o visto para investidor/comerciante fica em US$ 205 e para noivo/noiva de cidadãos norte-americanos custa US$ 240.

Câmbio

O câmbio é um fator indispensável e que precisa ser considerado no seu planejamento de viagem. Assim como as passagens aéreas, a troca de moeda estrangeira também deve ser feita com antecedência.

Nunca deixe isso para última hora, como trocá-lo no aeroporto de destino, pois você pode correr o risco de o local não aceitar o Real. Além disso, também há a possibilidade de ter que pagar taxas mais altas do que as que são praticadas no Brasil.

Fazer uso de sites e aplicativos para comparar os preços praticados pelas corretoras é uma maneira mais fácil de analisar qual delas oferece a melhor proposta.

Seguro viagem

O seguro viagem garante ao viajante proteção contra imprevistos, tanto em território nacional quanto internacional. De acordo com o plano escolhido, você receberá amparo diante de situações emergenciais.

Normalmente, as urgências dos planos de viagem envolvem:

  • Assistência farmacêutica;
  • Acompanhamento de menores;
  • Assistência médica para doença ou acidente;
  • Transmissão urgente de mensagens;
  • Traslado/repatriamento médico;
  • Traslado/repatriamento do corpo;
  • Remoção inter-hospitalar;
  • Assistência odontológica;
  • Perdas de voo;
  • Perdas de bagagem (extravio);
  • Perdas de documentos;
  • Perdas de cartão de crédito.
  • Retorno de familiares, se houver falecimento.

Apesar de todas essas vantagens, o seguro viagem não é tão oneroso. A partir de R$ 15, é possível ter acesso a bons benefícios, mas é claro que, quanto mais você pagar, maiores vantagens você terá.

É válido destacar que alguns países exigem o seguro viagem. Caso você visite um deles sem essa exigência, será obrigado a retornar para o seu país de origem.

Agora que você já sabe quanto custa viajar, já pode fazer o seu planejamento financeiro e traçar o seu roteiro. Com essas dicas incríveis, você não será pego de surpresa e conseguirá fazer uma viagem tranquila e sem contratempos. Quer conferir outros artigos sobre viagem? Então acesse o site do iq e aproveite

As informações foram úteis?

0 / 5 (0 avaliação)