Quanto custa reformar um apartamento: guia para calcular

Por admin

Quanto custa reformar um apartamento

Você tem ideia de quanto custa reformar um apartamento? Seja em um imóvel novo ou alugado, sempre há um momento em que é preciso realizar algumas modificações. O importante é fazer um bom planejamento para saber quais serão as mudanças efetuadas e, dessa forma, conseguir uma estimativa adequada.

Diversos fatores influenciam o custo de uma reforma, como o tamanho do apartamento, os materiais utilizados, as despesas com a mão de obra, a localização e muito mais. O tipo de obra também é outra variável, pois tanto pode ser uma restauração completa quanto apenas alguns ajustes.

A seguir, mostramos como você pode calcular esse valor, quais as estimativas de custo para diferentes tamanhos de imóveis e algumas dicas sobre como se preparar para a obra. Continue a leitura!

Saiba como ser aprovado para um cartão de crédito!

Confira dicas exclusivas no ebook iq para aumentar as chances de ser aprovado para um cartão de crédito

E-mail enviado com sucesso.

Como calcular o custo da reforma do apartamento?

Antes de contratar o serviço ou comprar os materiais necessários, é recomendado fazer, no mínimo, 3 orçamentos distintos. Dessa forma, será possível estimar a média entre os valores orçados para calcular o quanto deverá ser gasto na obra. Os valores para uma reforma sofrem variações por diversos fatores, confira os principais a seguir.

Tamanho do imóvel

O tamanho do imóvel é um dos fatores determinantes para estimar o custo com a reforma, uma vez que residências maiores terão uma despesa maior para realizar melhorias.

Além disso, a metragem será responsável por definir outras variáveis, como a quantidade de material utilizado e o custo de mão de obras.

Materiais utilizados

A qualidade dos materiais utilizados na reforma é outro elemento que interfere no preço. É comum que, em um imóvel próprio, as pessoas invistam em produtos com maior qualidade, já em imóveis alugados, a tendência é optar por materiais mais baratos.

Por exemplo, ao fazer a substituição de pisos ou revestimentos, o porcelanato oferece maior durabilidade e resistência que os pisos cerâmicos.

Portanto, o custo será maior ao utilizar esse material, tanto com relação ao preço das peças quanto ao valor da mão de obra.

Mão de obra especializada

A despesa com a mão de obra também interfere no custo total de uma reforma. Dessa forma, quanto mais especializado for o serviço, maior será o custo da mão de obra.

Por exemplo, a instalação de pastilhas de vidro deve ser feita por um azulejista especializado nesse tipo de material, pois o corte das peças exige uma técnica especial, diferente do corte de pastilhas comuns.

Logo, é natural que o preço cobrado por esse profissional seja um pouco maior. O mesmo vale para tetos de gesso e outros serviços semelhantes.

Localização onde a obra é realizada

Outro item que afeta o custo da reforma é a localização do imóvel. Isso porque, em bairros de alto padrão, geralmente os materiais utilizados na obra são de melhor qualidade e padrão de acabamento, o que encarece o produto.

Além disso, o custo com a mão de obra também pode variar de acordo com a localização da obra.

Quanto custa reformar um apartamento?

Para ter uma ideia do valor da reforma básica em um imóvel, podemos utilizar uma estimativa de preços por m² de serviços e materiais divulgados pelo site Imovelweb.

Vale lembrar que essa é uma apenas uma simulação com valores aproximados, pois conforme falamos, o custo real sofre a interferência de diversos fatores.

Apartamento pequeno

Uma reforma em um apartamento de 60m², com dois quartos, sala, cozinha e banheiro, pode sair em torno de R$ 6,5 mil.

Por exemplo, a troca de todo o piso custa em torno de R$ 65/m², o que representa R$ 5 mil. A instalação de um box de vidro fica em torno de R$ 560 reais e a despesa com a pintura custa R$ 900 reais.

Apartamento médio

Já ao simular uma reforma em um apartamento de 90m², com 3 quartos e 2 banheiros, a despesa pode ser de R$8.320,00. Nesse caso, a despesa com o piso fica em R$5.850,00, enquanto a pintura fica R$1.350,00 e os boxes custam R$1.120,00.

Apartamento grande

Ao fazer a mesma simulação para um apartamento grande, de 180m², com 4 dormitórios e 3 banheiros, o valor da mesma obra fica em R$16.080,00. Nesse cenário, o valor do piso vai para R$11.700 reais, a pintura custa R$2.700 reais, enquanto os boxes custam R$1.680 reais.

5 dicas para sua reforma no apartamento

1. Faça o planejamento da obra

Para evitar imprevistos e esquecimentos, nada melhor que fazer um bom planejamento sobre como será a reforma.

Desse modo, faça uma lista com todas as tarefas que serão realizadas e relacione os materiais preferidos. A seguir, faça os orçamentos e verifique se o valor da obra está de acordo com o planejamento financeiro.

2. Conte com o apoio de profissionais especializados

Para não ter dor de cabeça durante e depois da reforma, é essencial contar com a ajuda de profissionais especializados. Mesmo que o custo seja um pouco maior, vale a pena evitar aborrecimentos maiores ao ter que refazer alguns serviços.

3. Utilize materiais de qualidade

Ao utilizar materiais de boa qualidade, há uma maior durabilidade do serviço. Por exemplo, a utilização de argamassas adequadas para ambientes molhados fará com que os revestimentos do banheiro não descolem com facilidade. Outro exemplo é a tinta antimofo para teto de banheiro, pois a utilização de tinta comum fará com que, em pouco tempo, a umidade apareça.

4. Faça pesquisa de preços

Antes de comprar os materiais para a reforma, faça pesquisas sobre o preço e a qualidade do produto. De nada adianta um produto barato e de má qualidade.

Além disso, existem produtos de excelente qualidade e de custo inferior que podem ser uma boa alternativa para reduzir o valor da reforma, como optar por pisos vinílicos.

5. Utilize materiais alternativos para reduzir custos

Uma forma de economizar na hora da reforma é optar por materiais alternativos que, apesar de serem mais baratos, não interferem na qualidade da obra. Uma opção é utilizar adesivos que imitam pastilhas para decorar parte da cozinha, por exemplo, ou fazer pisos de concreto queimado, que são bem mais econômicos.

Como vimos, para saber quanto custa reformar um apartamento é preciso fazer uma análise detalhada sobre as necessidades da obra, bem como fazer um bom planejamento.

Além disso, lembre-se de contar com a ajuda de profissionais especializados e utilizar produtos e serviços de qualidade.