Quanto custa para fazer um intercâmbio de um ano no Paraguai?

Por Redação IQ 360

Para quem está buscando um curso de espanhol no exterior e não quer ir para os destinos mais procurados, como Espanha, Argentina ou Chile, o Paraguai pode ser uma experiência muito interessante e bem mais barata. Como o país é membro do Mercosul, assim como o Brasil, fica muito mais fácil entrar no país e até fixar residência se você acabar decidindo ficar um bom tempo por lá.

Quanto custa morar no Paraguai?

No Paraguai, a moeda local é o Guarani e o custo de vida também sai bem mais em conta do que cidades brasileiras como São Paulo ou Rio de Janeiro. Em média, o salário mínimo no país é de 1.824.055 guaranis – o que, quando convertido, dá por volta de R$ 1.282,13 – e, de acordo com pessoas que moram por lá, os gastos fixos – aluguel, água, luz, internet, alimentação, entre outros – são estimados em 808.900 guaranis – R$ 568,58.
Por conta disso, muitos universitários acabam buscando o Paraguai até mesmo para cursar uma faculdade de medicina, que também sai mais barata nas escolas de Assunção, capital do país, do que nas particulares brasileiras. Mas é bom ficar atento: para ter o diploma após a conclusão do curso, o governo local solicita que os estudantes estejam legalizados formalmente. Isso porque a circulação é liberada para os cidadãos do Mercosul, então alguns estudantes acabam ingressando sem formalizar o visto de estudante anteriormente.

Curso de espanhol no Paraguai

As escolas de idiomas paraguaias oferecem cursos de espanhol para estrangeiros a preços bem atrativos. Um curso regular no nível iniciante ou intermediário, com oito horas semanais, custa em média 100.000 guaranis na matrícula e mais 300.000 guaranis ao mês – R$ 210. Para quem pretende fazer um intercâmbio de 12 meses, seria como 3.600.000 guaranis ou R$ 2.530,45. Se compararmos com os custos de escolas na Argentina ou no Chile, esse preço é muito competitivo.
Existe também a opção de fazer o curso preparatório para o exame DELE de proficiência. Essas aulas são indicadas especialmente para quem já tem um nível ao menos intermediário do espanhol, mas gostaria de se preparar na língua local e tentar um diploma mais elevado, como os níveis C1 e C2, com o intuito de tentar uma bolsa de estudos de pós-graduação – mestrado ou doutorado – no próprio Paraguai ou em qualquer outro país de língua espanhola. Como algumas instituições exigem esse nível de proficiência, acaba sendo muito vantajoso se preparar em um país estrangeiro e com baixo custo de vida.
Para esses cursos, é possível encontrar aulas duas vezes na semana, com carga horária semanal de três horas, a um custo de 450.000 guaranis por mês – R$ 316. A realização da prova no Paraguai pode variar entre 520.000 – R$ 365 – a 950.000 – R$ 667 -, dependendo do nível do diploma desejado pelo candidato.

As informações foram úteis?

0 / 5 (0 avaliação)