SPC: o que é, como funciona e para que serve?

Por Redação IQ 360

Estar endividado é sempre uma situação complicada. É preciso ter muita organização para superar o problema, afinal é possível que o consumidor, além de estar no vermelho, possa ter seu nome nas listas de pessoas com dívidas atrasadas do SPC. 

Ter o nome negativado pode interferir nas negociações de crédito, por exemplo.

Com mais de 1,2 milhão de associados e entidades utilizando seus serviços, o SPC é uma instituição conhecida por oferecer segurança a consumidores e empresários em relação ao mercado financeiro. 

Descubra tudo o que você precisa saber sobre o que é SPC e qual a diferença entre SPC e Serasa

O que é SPC?

Antes de tudo, vale dizer que a sigla SPC significa Serviço de Proteção ao Crédito e é exatamente isso que o órgão se propõe a fazer: coletar informações confiáveis para soluções financeiras, direcionadas tanto a empresários quanto a consumidores.

Basicamente, o SPC é uma organização privada que reúne dados de compradores em geral, como endereço, CPF, nome e telefone.

Além disso, o órgão aponta a situação financeira dessas pessoas em relação a dívidas, cheques sem fundo, cartão de crédito etc. 

O Serviço de Proteção ao Crédito existe há mais de 60 anos e é mantido pelas Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL), sendo parte do sistema CNDL e compondo uma estrutura de banco de dados com informações comerciais do país. 

Como funciona o SPC?

O SPC funciona coletando e armazenando informações pertinentes de dados cadastrais de consumidores que estejam em situação de inadimplência financeira, ou seja, que estão com dívidas atrasadas. 

O objetivo do SPC é auxiliar empresas na concessão de crédito e apoiar consumidores em situação de endividamento, oferecendo, por exemplo, a possibilidade de negociação da dívida.

Dessa forma, portanto, busca prestar suporte na tomada de decisão por meio de suas soluções de negócio e informações comerciais.

O banco de dados do SPC é mantido e provido com informações de lojistas, indústrias e empresas de serviços do mercado financeiro. Associados e entidades em geral acessam o SPC para consultarem a situação financeira de consumidores, assim como os próprios consumidores podem acessar o sistema para analisar sua situação financeira.

Consultar CPF no SPC

Há algumas formas disponíveis para consultar CPF no SPC

Para consultar seu CPF pelo site do SPC é necessário pagar uma taxa de R$ 9,90.

O consumidor recebe informações em um relatório completo com registros de inadimplência no SPC, informações cadastrais, título protestado em cartório, informações judiciárias sobre créditos e cheques e registros de furto. 

Outra maneira de consultar CPF no SPC é pessoalmente. Para isso, basta comparecer a uma central de atendimento do SPC com documentos originais em mãos, tais como: documento de identidade com foto (carteira de identidade, CNH ou carteira de trabalho) e CPF. Consulte a central mais próxima de você. Nesse caso, a consulta é gratuita.

Contudo, a maneira mais fácil e rápida é por meio do aplicativo do SPC, sendo totalmente gratuito e online. Para isso, basta baixar o aplicativo na App Store (sistemas IOS) ou no Google Play (sistemas Android), fazer a instalação e cadastro para acessar as informações de sua situação. 

Cadastro positivo

O Cadastro Positivo é um serviço do SPC que coleta e armazena informações de pagamentos que você já fez ou está fazendo, ou seja, é possível ter um histórico que evidencia o seu perfil de consumidor por meio de momentos decorrentes e não apenas o atual. 

O serviço tem a proposta de oferecer maior facilidade de conseguir crédito, acompanhar pagamentos de vários segmentos, bem como acompanhamento do score de crédito, além de também ofertar a redução de situações de inadimplência e de juros, sem burocracia. 

A lei nº 166/2019 instituiu que a entrada do consumidor no Cadastro Positivo é automática, mas poderá ser solicitado o cancelamento a qualquer momento. É possível acessar seu histórico gratuitamente.

SPC Avisa

O SPC oferece serviço de monitoramento do CPF como um radar, com o objetivo de avisar o consumidor por e-mail em relação a qualquer tipo de movimentação que possa acontecer em seu CPF, o que evita fraudes e golpes, além de poder manter o consumidor informado sobre sua situação financeira, bem como sobre negativações e dívidas em aberto. O serviço é pago por uma assinatura de R$ 9,90.

Score

O score é uma pontuação calculada por meio dos dados cadastrais do consumidor. O score é obtido por meio dos dados em junção de uma análise comportamental do perfil de consumidor do cliente. Esses dados são providos pelo banco de dados do SPC. 

O Cadastro Positivo também entra para o cálculo do score também. Essa pontuação depende das mudanças e informações coletadas das fontes empresariais do SPC.

Qual a diferença entre SPC e Serasa?

O SPC e a Serasa têm o mesmo objetivo: coletar dados de comportamentos de consumidores em geral e oferecer soluções de tomadas de decisão ao mercado financeiro e de crédito.

No entanto, as organizações apresentam diferenças entre si, pois se estabelecem com foco distinto.

No que diz respeito ao banco de dados, por exemplo, o SPC coleta e armazena dados dos clientes de lojistas, indústrias e empresas de serviços, enquanto a Serasa tem seu objetivo de armazenamento de dados focado no setor bancário e instituições financeiras.  

Outra diferença é como cada organização é mantida. O SPC foi criado por doze empresas e é mantido pela Câmara de Dirigentes Lojistas, enquanto a Serasa surgiu de uma parceria da Associação dos Bancos do Estado de São Paulo com a Federação Brasileira das Associações de Bancos e foi vendida para o grupo Experian em 2007. 

Em relação às consultas de CPF, o SPC não disponibiliza o serviço online e gratuito através da internet, apenas pessoalmente ou pelo aplicativo lançado recentemente. Já a Serasa oferece um canal eletrônico com acesso grátis. 

Outra diferença é referente ao processo de negociação de dívidas disponível nas duas organizações.

A Serasa disponibiliza o Limpa Nome, bastando acessar o sistema online e verificar as dívidas, depois poderá negociar selecionando uma opção mais viável, imprimindo o boleto para quitar a dívida. 

O SPC funciona por meio de notificação de pagamentos em atraso, então o consumidor deve procurar a empresa credora e realizar o pagamento do débito.

No entanto, está disponível também o Negocie sua Dívida, um canal online para tentar quitar a dívida de acordo com as condições disponibilizadas pelas empresas que participam do programa. 

Agora que você já entendeu o que é SPC e como funciona, não deixe suas finanças pessoais saírem do eixo!

O iq tem conteúdos completos e serviços criados para auxiliar na organização da sua situação financeira. Confira!