Quanto custa morar na Espanha definitivamente?

Por Redação IQ 360

Conheça a seguir quais serão os gastos necessários para morar na Espanha permanentemente.

Escolha seu novo lar na Espanha

O ideal é pesquisar para qual região do país você pretende ir. Cada lugar tem um estilo de vida, oportunidades e custos diferentes. Leve em consideração seus objetivos ao se mudar para a Espanha, se é solteiro, casado e se tem filhos ou não, analisando todos os detalhes, desde possível local de moradia até a escola das crianças. Tudo isso vai influenciar em seu orçamento total para a viagem.

Visto da Espanha

O visto da Espanha também tem seus custos, e sua elegibilidade para qualquer um deles depende de critérios específicos. O mais indicado é conferir no site do governo espanhol quais são as possibilidades mais adequadas a seu perfil. O titular do visto precisa comprovar renda, em média de €2.180, e se estiver com a família deve comprovar uma renda média por familiar. Além disso, também vai precisar de um seguro saúde que pode ser contratado no Brasil, com duração para todo o período do visto; emitir um certificado de bom estado de saúde e de antecedentes criminais, e um passaporte válido. O governo espanhol costuma fazer um balanço anual de suas finanças para comprovar a renda. Se preferir, pode contratar uma consultoria para ajudar na organização da documentação, que pode custar mais ou menos €500. O visto tem validade inicial de três meses e é o tempo para se instalar e pedir residência permanente, processo que deve ser iniciado assim que chegar ao país, já que é um processo demorado.

Moradia na Espanha

Pesquise apartamentos e casas para alugar antes da viagem para ter uma ideia da média de preço cobrada pelo aluguel e o valor do depósito, mas não feche o negócio antes de visitar o imóvel. Faça uma reserva de dinheiro especificamente para isso, alguns proprietários pedem que os locatários paguem alguns meses adiantados. Cidades como Madri ou Barcelona tem o aluguel mais caro, que pode ficar na média de €700 por mês.

Fonte de renda na Espanha

Qual será sua fonte de renda enquanto estiver na Espanha? Vai trabalhar remotamente para o Brasil? Pretende conseguir um emprego ou quer abrir um novo negócio? Se pretende conseguir um emprego em terras espanholas, tenha uma reserva para conseguir se manter enquanto procura, o salário mínimo é de €655. Mas, se a opção é empreender, saiba que um microempreendedor deve pagar em média €260, por mês, de impostos ao governo.

Orçamento para morar na Espanha

Agora que você pesquisou as informações mais importantes, chegou a hora de colocar todos os valores no papel para definir seu orçamento e custo de vida.
Como você vai se locomover? Descubra os valores de transporte público e gasolina, e o quanto pretende gastar no primeiro mês com isso. Defina também uma média para alimentação, passeios, telefone e internet (saiba o que está incluso no aluguel). Para ter uma ideia, os gastos mensais com aluguel, contas, alimentação e transporte em Madri, para uma pessoa sozinha, ficam na média de €900. Mesmo que você consiga juntar um valor cheio para a viagem, saiba que é muito importante separar o dinheiro em orçamentos mensais sempre deixando uma porcentagem para emergências.

As informações foram úteis?

0 / 5 (0 avaliação)