As melhores capitais do Brasil para morar e trabalhar

Por Redação IQ 360

Falar de bons lugares para viver no Brasil pode soar um pouco estranho para alguns, visto que vivemos em constante crise econômica e política. Mas, apesar disso, há algumas cidades que se destacam e merecem o título de melhores capitais do Brasil em qualidade de vida e ofertas de empregos.

Assim, é preciso combinar fatores que se alinhem a sua experiência e objetivos, caso seu objetivo seja mudar de cidade para melhorar sua qualidade de vida. Os parâmetros para definir as melhores capitais do Brasil são as ofertas para quem busca empreendedorismo, educação, e possibilidade de trabalho.

Quais as melhores capitais brasileiras?

  • São Paulo

Como vimos, a primeira da lista de melhores capitais do Brasil é São Paulo. Segundo o ICE, São Paulo é, de longe, a cidade com maior acesso a capital para investimentos em negócios: nesse quesito de avaliação, a terra da garoa conquistou a nota 9,83 – enquanto o segundo lugar da lista ficou 1,95 ponto atrás.

Com mais de 12 milhões de habitantes, é a cidade mais populosa do Brasil e de todo o hemisfério sul. Mas, isso não impede que a capital seja um bom lugar para se viver. São Paulo oferece oportunidades em praticamente todas as áreas do mercado de trabalho, e serviços eficientes de educação, saúde e transporte. A capital também é rica em cultura e abriga as principais referências de lazer e entretenimento no país.

  • Florianópolis

Entre as melhores capitais do Brasil aparece Florianópolis, considerada a segunda mais propícia para empreender. Além disso, ela está entre os top 5 quando os quesitos são Capital Humano (1º), Acesso a Capital (3º), Inovação (3º) e Cultura Empreendedora (4º).

Com um ambiente fértil para novos negócios, a capital catarinense vem se tornando uma verdadeira incubadora de novas ideias nos últimos anos: de acordo com a Associação Brasileira de Startups (ABStartups), a cidade concentra o maior número de startups do Brasil – em relação à população.

Com população estimada 493 mil habitantes, Florianópolis é considerada a melhor capital do Brasil para se viver. A economia do município é baseada, principalmente, na tecnologia da informação e no turismo.

  • Vitória (ES)

Vitória se destaca no Capital Humano: com nota 8,21, conquistou a 3ª posição do ranking da Endeavor. Além disso, a facilidade em abrir um negócio por lá contribuiu para sua escalada no ranking – pulando do quinto lugar, em 2016, para o terceiro, em 2017.

Situada em uma ilha, a cidade possui aproximadamente 358 mil habitantes, e apresenta um dos melhores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil.

A economia do município é voltada para as atividades portuárias, comércio, indústria e turismo de negócios. De acordo com dados do Anuário Brasileiro da Segurança Pública, Vitória é a segunda capital com o menor número de homicídios do país.

  • Curitiba

Apesar de Curitiba apresentar uma pontuação baixa em Cultura Empreendedora (3,74), a capital paranaense conseguiu se manter no top 10 de cidades empreendedoras nos quesitos Capital Humano (3ª), Acesso a Capital (7º), Inovação (9º), Infraestrutura (9ª) e Ambiente Regulatório (10ª). Em apenas um ano, o município subiu 11 posições no ICE, sendo a desburocratização de serviços por parte da prefeitura um dos principais motivos para o salto.

Com quase 2 milhões de habitantes, Curitiba conta com uma das melhores infraestruturas do país. A capital é organizada, arborizada, limpa e oferece um sistema de transporte público eficiente. Em um estudo internacional, Curitiba foi eleita a cidade mais sustentável do Brasil, por oferecer “habitação, eletricidade e saneamento básico à maioria da população”.

  • Rio de Janeiro

Além de subir 8 posições em relação ao ICE de 2016, a cidade do Rio de Janeiro marcou presença no top 5 em quesitos que favorecem o desenvolvimento de empresas, como Inovação (1º lugar), Infraestrutura (3º), Mercado (4º) e Acesso a Capital (5º). Em entrevista ao jornal O Globo, o coordenador da pesquisa da Endeavor Brasil comenta que o salto na colocação se deve aos investimentos realizados em infraestrutura urbana para as Olimpíadas.

Quer se mudar para uma das melhores capitais do Brasil? Faça um planejamento

Qualquer mudança demanda planejamento. Apesar de essas cidades estarem se destacando como bons lugares para empreender, trabalhar e morar, ainda não são garantia de sucesso.

Tenha em mente o que você quer, quais são seus objetivos, independente da região que você está ou pretende trabalhar. Trace metas, seja criativo e, primordialmente, valorize sua educação: nada vai fluir se você não estiver preparado em todos os aspectos para as oportunidades que aparecerem.

Para te ajudar em parte desse processo de aprendizado, o iq fornece artigos para que você fique por dentro de tudo o que acontece no mundo dos negócios e possa se planejar para seus objetivos.