Linha Digitável: O que é e como usar

Por Redação IQ 360

Embora não seja uma atividade muito divertida, pagar boletos é algo comum no dia a dia das pessoas. No entanto, a maioria delas não conhece exatamente o significado da sequência numérica dessas contas.

O boleto bancário é uma das maneiras mais utilizadas atualmente como forma de cobrança, devido à praticidade e às taxas inferiores em relação àquelas cobradas pelos cartões de crédito.

Existe um número na parte superior do boleto chamado Linha Digitável, com 48 dígitos separados em cinco campos. De modo geral, a linha digitável reproduz em números o código de barras de um boleto. Com ela, você consegue realizar o pagamento de uma conta, mesmo sem ter ela em mãos.

Quer saber mais sobre a Linha Digitável? Continue a leitura do artigo e entenda o seu significado e como utilizá-la ao pagar as suas contas. Acompanhe!

Linha Digitável: O que é?

No boleto bancário existe um código referente chamado linha digitável, que consiste no conteúdo do código de barras em números, dispostos em outra ordem e acrescidos de dígitos verificadores.

Essa linha digitável é necessária para atualizar e pagar boletos quando não há o código de barras ou boleto em mãos.

Os cálculos são feitos por meio de algoritmos com números para assegurar que o boleto não seja fraudado e tenha fonte legítima.

Para que serve a linha digitável?

Geralmente o conteúdo é utilizado quando há impossibilidade da captura do código de barras e/ou para pagamentos em terminais de autoatendimento. Além disso, devido à introdução da tecnologia e à evolução dos serviços online, muitas pessoas passaram a pagar suas contas através do internet banking, personal bank, entre outros aplicativos.

Qual a diferença para o código de barras?

Os campos da linha digitável e do código de barras podem causar dúvidas em diversas pessoas. Apesar de apresentarem as mesmas informações, elas são representadas de formas distintas.

A linha digitável contém todas as informações do boleto bancário, é através da sua leitura que o documento é identificado, pago e o valor referente a ele é destinado para a conta correta.

Já o código de barras é a representação gráfica da linha digitável, utilizada para a leitura em máquinas e computadores. Em outras palavras, são barras de diferentes espessuras que passam pelo leitor óptico.

O que significam os números da linha digitável?

Os dados da linha digitável representam o conteúdo do código de barras, dispostos em ordem crescente e acrescidos de dígitos verificadores nos três primeiros campos.

A linha digitável de um boleto é composta por números separados por pontos e traços, que se localizam próximo ao código de barras. Sua composição varia de acordo com o tipo de boleto, mas em geral, segue o padrão:

  • Posição de 01 a 03: Identificação do banco;
  • Posição 04: Código de moeda (praticamente todos os boletos possuem o indicador 9, que mostra que o documento precisa ser pago em reais);
  • Posição 05 a 09: cinco primeiras posições do campo livre (posições 20 a 24 do código de barras);
  • Posição 10: dígito verificador do primeiro campo;
  • Posição 11 a 20: 6ª a 15ª posições do campo livre (posições 25 a 34 do código de barras)
  • Posição 21: dígito verificador do segundo campo;
  • Posição 22 a 31: 16ª a 25ª posições do campo livre (posições 35 a 44 do código de barras)
  • Posição 32: dígito verificador do terceiro campo;
  • Posição 33: dígito verificador geral (posição 5 do código de barras);
  • Posição 34 a 47: fator de vencimento (posições 6 a 9 do código de barras);
  • Posição 38 a 47: valor nominal do boleto (posições 10 a 19 do código de barras).

Outros campos importantes do boleto

Código do banco

O pela Federação Brasileira dos Bancos (FEBRABRAN).

Apesar de ser possível pagar as contas em qualquer banco, existe um que é responsável pela emissão daquele boleto, que corresponde aos três primeiros dígitos. O Bradesco é 237, o Itaú é 341 e assim por diante.

Fator de vencimento

O fator de vencimento é o resultado da subtração entre a data do vencimento do título e a data-base. Trata-se de um referencial numérico de quatro dígitos, situado nas quatro primeiras posições do campo “valor”, que representa a quantidade de dias decorridos da data base à data de vencimento do título.

Valor do boleto

Os dez últimos dígitos do boleto indicam o valor do documento. Por exemplo, se o boleto é de R$ 180,50, o final do boleto será 0000018050. Este valor é mostrado sem descontos, por isso, em alguns casos, é necessário digitar separadamente o desconto, se houver, na hora do pagamento.

Nosso número

Outro campo importante do boleto é chamado de nosso número. Trata-se da identificação única do boleto no programa emissor desse documento. É através dele que é possível relacionar o boleto ao pagador e ao emitente.

Instruções para o caixa

Um campo que aparece no boleto são as instruções para o caixa, mas que não tem preenchimento obrigatório. Nesse item, devem ser preenchidas informações para o caixa no momento do pagamento, como as taxas de juros e multas que devem ser cobradas.

Beneficiário e pagador

As informações do beneficiário, que emitiu o documento, e do pagador também devem constar no boleto. O último campo deve ser preenchido com nome completo, CPF ou CNPJ e endereço.

Cabe ressaltar que o boleto bancário pode ser atualizado pela linha digitável, para isso, pode-se utilizar o aplicativo do banco ou procurar a própria instituição financeira. Entretanto, se você procura praticidade, o ideal é sempre colocar suas contas em débito automático, assim, você evita problemas com os boletos bancários.

Esperamos ter ajudado você a entender mais sobre a linha digitável e como utilizá-la.