5 dicas para economizar em viagens

Por Redação IQ 360

como-economizar-em-viagens

Viajar parece coisa cada vez mais difícil aos brasileiros. Com dólar e euro a preços exorbitantes, uma viagem internacional com destino à Europa ou Estados Unidos parece coisa de quem tem muito dinheiro sobrando.

Culturalmente, o brasileiro não coloca esse tipo de gasto na balança quando planeja sua receita. Acha que simplesmente se trata de resolver viajar e pronto. Sabemos que, de modo geral, isso não acontece. Afinal de contas, viajar pode ser uma experiência realmente cara.

Apesar disso tudo, não se desespere. Mesmo com o dólar altíssimo, o euro mantendo na casa dos R$ 5, é ainda possível fazer uma viagem mais econômica e, assim, realizar seu sonho e poder descansar depois daquele ano de trabalho duro.

Estamos aqui para ajudá-lo a perceber quais viagens são adequadas para a sua receita e, principalmente, para lhe dar dicas de como sua receita precisa ser organizada na hora que escolher conhecer lugares diferentes.

Se um destino caro não estiver à mão, pode ser que você consiga ter uma ótima experiência em lugares mais baratos de visitar. Tudo isso depende de propósito e perfil do mochileiro.

Desse modo, daremos, a seguir, algumas dicas de como economizar em viagens, sendo de custo elevado, médio ou baixo. Em todas elas, é possível economizar mais, gastar menos e se divertir da mesma maneira.

Dicas para economizar em viagens

Viajar é uma das boas partes da vida, e é recomendável a todos que gostariam de ter um momento de descanso, experiências culturais diferentes ou, então, curtir um tempo em família.

Dinheiro é sempre uma questão determinante na hora de saber se é possível fazer uma viagem ou não. Os custos de uma viagem podem ser assustadores e fazer com que grande parte da população brasileira evite se aventurar.

Muitas vezes, não é fácil adequar uma viagem aos planos financeiros do ano ou do mês. Porém, para que sua experiência não seja prejudicada por imprevistos financeiros e seja mais bem aproveitada, vão aqui algumas dicas de como economizar em viagens.

Planeje

Planejamento é uma das primeiras atitudes que se deve ter na hora que decidir viajar. Essencial a qualquer decisão que envolva gasto de recurso, o planejamento de uma viagem é necessário aos aventureiros de plantão.

Caso escolha alguma agência de viagens, é possível parcelar o pagamento completo de passagem e estadia de maneira prévia. Isso mesmo, se você escolher pagar a sua viagem, mesmo que haja necessidade de parcelamento, antes de viajar, quando você for embarcar, já estará com as maiores despesas quitadas.

Nesse sentido, é possível pagar estadias e passagens de maneira antecipada, mesmo sem uma agência como intermediária. Isso faz com que você tenha um melhor planejamento de gastos e consiga incluir a viagem com mais tranquilidade em sua receita.

O planejamento prévio evita surpresas e lhe dá maior controle sobre o que irá fazer. Viajar de última hora, além de interferir de maneira negativa sobre o seu dinheiro, encarece serviços, como hospedagem e passagem.

Sem planejamento, você se torna refém do que está disponível e não tem muita chance de comparar preços, além de ter pouco tempo para escolher estadias de melhor custo-benefício. Afinal de contas, elas já estarão ocupadas por quem se planejou.

Estabeleça um teto de gastos

Estabelecer um teto de gastos se encaixa no planejamento e é de extrema necessidade quando se fala em como economizar em viagens.

Seja para a alimentação, hospedagem, passagem, é essencial estabelecer um limite de gastos. Tudo precisa estar incluso.

Caso você decida jantar em um lugar legal, que tenha visto quando decidiu ir para o destino, vale a pena abrir mão do luxo nas outras refeições. Se o seu foco é a gastronomia do lugar, pode ser que valha a pena economizar na hora da hospedagem.

Ou seja, tudo o que você faz precisa estar listado e caber dentro do teto de gastos que você estabeleceu. Caso não faça isso, você pode se descontrolar e ficar refém do cartão de crédito, porque uma hora a conta chega.

A IQ está aqui para ajudá-lo na organização dos seus gastos e melhorar sua experiência em qualquer destino que escolher. Só não esqueça de se organizar.

Além disso, caso você tenha estipulado esse limite, pode ser que você tenha economizado em um dia e o que economizou possa ser utilizado para fazer algo mais interessante no outro. Assim, você fica despreocupado, porque já estabeleceu um teto de gastos.

Prefira baixa temporada

Muitas pessoas não dão muita importância a esse aspecto, mas se você se atentar a isso poderá economizar muito quando for viajar.

Na baixa temporada, os serviços são geralmente mais baratos, porque há pouca procura e muita demanda. Se você quiser conhecer Campos do Jordão, ou mesmo Gramado, e escolher o mês de julho, perceberá que os preços estarão muito maiores em relação a junho, um mês antes, ainda inverno.

Caso seja possível, tire férias quando não é de praxe tirar férias. Julho, dezembro, janeiro e fevereiro são meses em que todo mundo resolve viajar, e lugares que sobrevivem de turismo são muito mais caros.

Evite tendências e lugares em alta

Pode parecer frustrante em teoria, mas evitar lugares em alta pode ser uma boa maneira de como economizar em viagens. Com os digital influencers e as redes sociais, as tendências de lugares para visitar mudam com muita frequência, e vale a pena evitar os lugares em alta.

Com um pouco de personalidade e flexibilidade, você pode escolher um destino que atenda às suas vontades e que não esteja tão em voga assim. Quem sabe você mesmo não dita uma tendência na hora de escolher um destino?

Pesquise

A pesquisa faz parte da viagem e pode ser agradável também. Na hora de escolher o destino, é preciso pesquisar quais são as hospedagens, passagens, se compensa ir de carro ou não, se é necessário alugar um carro etc.

É na pesquisa que você descobre lugares com melhor custo-benefício, restaurantes bons e não absurdamente caros, passeios de graça e atrações de menor custo.

Vale a pena conferir blogs de viagem, guias de internet e, ainda, a IQ tem dicas excepcionais na hora de planejar suas finanças para viajar com mais tranquilidade.

As informações foram úteis?

0 / 5 (0 avaliação)