5 dicas de economia doméstica para colocar em prática agora mesmo

Por Redação IQ 360

Ter uma vida financeira estável é o sonho de muitos brasileiros e, ao contrário do que se possa imaginar, é possível encontrar um equilíbrio sem necessariamente precisar de novas fontes. Com organização e foco, deixar suas finanças com saldo positivo e realizar seus objetivos pode se tornar uma realidade de sua vida financeira.

Ao contrário de outros países, o Brasil não inclui a economia doméstica como uma disciplina escolar obrigatória. Com isso, muitas pessoas chegam à vida adulta sem conceitos básicos de manejo financeiro ou de procedimentos essenciais, como declaração de imposto de renda, por exemplo. Esse déficit informacional pode ser alarmante quando não é suprido ao longo do tempo, mas pode ser corrigido com dicas de economia domésticas e com ferramentas de apoio para a execução no dia a dia.

Por que é importante cuidar da economia

A economia doméstica é extremamente importante para o controle monetário pessoal e para a conquista de uma vida estável e confortável. Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontam que 62,6 milhões de consumidores terminaram 2018 em situação de inadimplência. Isso significa que cerca de 41% da população adulta do país está com algum tipo de problema financeiro.

Entender sobre finanças é um conhecimento necessário para o consumidor que precisa administrar o próprio dinheiro. Isso garante não só um cenário mais estável, mas também maior liberdade na hora de gastar o dinheiro, ampliando as possibilidades de investir ou se divertir nas horas vagas.

É claro que a organização financeira depende muito das receitas e despesas, além da dinâmica familiar, mas existem algumas dicas que podem facilitar o dia a dia e permitir um melhor manejo do dinheiro. Confira!

5 dicas para cuidar da economia doméstica

Use seu crédito com sabedoria

Cartões de crédito podem ser muito importantes para o controle econômico pessoal, já que permite o parcelamento de compras ou a utilização em situações de falta de dinheiro para débito. No entanto, as taxas são altas e podem aumentar os gastos de forma desnecessária quando incidem em excesso.

Nesse caso, a dica é buscar sempre cartões de crédito com anuidade baixa ou nula, assim como cartões que tenham programas de fidelidade, como acúmulo de milhas ou descontos em produtos específicos.

No caso de compras parceladas ou de transações que só podem ser feitas pelo cartão, o controle pode ser feito por meio da economia prévia do valor gasto. Toda vez que precisar gastar um valor X no crédito, deposite a quantia em uma poupança. No final do mês, utilize o valor acumulado para pagar a fatura. Com isso, você não fica sem dinheiro e ainda tem conta com o rendimento da poupança como vantagem.

Defina metas e objetivos

Qualquer tarefa fica mais fácil quando se sabe exatamente onde se quer chegar, não é mesmo? Por isso, estabeleça sempre aquilo que deseja alcançar. Quer comprar um carro novo ou trocar de celular no final do ano? Nessa situação, as dicas de economia doméstica sempre em torno do planejamento: pense exatamente em qual seria o período limite para a realização desse plano e faça metas factíveis em cima disso.

Se você quer comprar um celular de R$ 2.400 em um ano, isso representa uma economia de R$ 200,00 mensais. Isso é possível? Esse valor pode ser comprometido em seu orçamento? Se achar que não, refaça os planos até que eles sejam executáveis.

Compare preços e opções

O que vale mais a pena, economizar para comprar à vista ou efetuar um parcelamento? A resposta é relativa, já que tudo depende das possibilidades em aberto. No caso do cartão de crédito, as taxas de juros de uma compra parcelada podem encarecer a compra; em contrapartida, negociações com o vendedor podem gerar redução do valor e, assim, garantir um preço competitivo.

Em caso de dívidas, a solicitação de um empréstimo pode ser a opção mais vantajosa em relação aos juros e prazos. Já para compras programadas, investir o dinheiro de forma inteligente pode ser a melhor maneira de conseguir obter mais dinheiro para fazer a aquisição de forma mais tranquila.

Qualquer que seja a situação, pesquisar as suas opções é sempre a maneira mais cautelosa e inteligente de agir. Em caso de dúvidas, não hesite em consultar especialistas para saber o melhor curso de ação!

Acompanhe a sazonalidade

Frutas e legumes da estação costumam ser bem mais baratos do que produtos fora de época. Vale a pena aproveitar essa sazonalidade e economizar na quantia gasta com feiras e supermercados, além de colaborar para um consumo mais sustentável e consciente.

Itens de verão costumam ficar mais baratos no inverno e vice-versa; se a necessidade não for imediata, a dica é esperar a estação seguinte para fazer as compras, sobretudo quando se tratar de itens mais caros. Essa é uma das principais dicas de economia doméstica, já que permite uma economia significativa de maneira bastante simples. Cobertores e edredons, por exemplo, podem ser adquiridos nas liquidações de início de ano, da mesma maneira que ventiladores podem estar bem mais em conta nos meses mais frios.

As viagens também entram nessa lista. Passagens compradas em promoções, aproveitando datas como a Black Friday, podem reduzir os custos do passeio, assim como a escolha de datas de baixa procura. Em caso de viagens internacionais, entender a melhor maneira de conversão de câmbio e utilização de crédito é essencial para fazer tudo da maneira mais econômica e evitar gastos desnecessários em todas as etapas do passeio.

Organize suas contas

Para que todo o planejamento e controle seja possível, é fundamental ter uma visão clara e abrangente das suas finanças. Ferramentas de controles de gastos são excelentes formas de fazer isso e podem ser utilizadas gratuitamente e de forma bastante intuitiva.

O IQ permite o cadastro de contas e cartões de créditos em um único aplicativo. Além de facilitar a visualização e o controle, ainda é possível programar pagamentos automáticos e, assim, garantir que tudo seja pago em dia e sem atrasos. Vale a pena conferir e facilitar a maneira como as transações são feitas.

As informações foram úteis?

0 / 5 (0 avaliação)