Desafio das 52 semanas: conheça essa forma de economizar dinheiro

Por Redação IQ 360

Se você já procurou mil e uma formas de juntar dinheiro, mas ainda não conseguiu fazer isso nem por um mês, é sinal de que precisa de uma ajuda nesse sentido. Saiba que é possível fazer isso, sem desespero, e ainda não sentir falta do valor reservado para poupar, com o desafio das 52 semanas.

Mais do que um método eficiente para juntar dinheiro, o desafio das 52 semanas é uma maneira de educar as pessoas financeiramente. Por isso, é uma das táticas mais usadas quando o assunto é dar o primeiro passo para uma vida financeira saudável.

Confira neste post, o que é o desafio das 52 semanas, suas vantagens e como fazê-lo acontecer, e dê um passo essencial na sua mudança de mentalidade sobre finanças!

Planejamento orçamentário: saiba como fazer o seu!

Aprenda a ter maior controle das suas finanças!

E-mail enviado com sucesso.

O que é o desafio das 52 semanas

O desafio das 52 semanas foi criado em 2013, pela jovem Kassondra Perry-Moreland, nos Estados Unidos. Ela postou no Facebook, seu próprio método de economizar dinheiro, baseado em uma métrica inusitada.

Tamanho foi o número de compartilhamentos que o post teve, que o desafio ganhou o mundo, e se mostrou muito eficaz, para além de apenas uma técnica pessoal para poupar.

O desafio consiste em poupar durante 52 semanas — número que corresponde a todas as semanas de um ano completo —, o equivalente a R$1378. O grande propósito desse desafio não é alcançar a meta financeira, mas sim, mudar a sua mentalidade e comportamento, para sempre poupar dinheiro.

O método, ao longo das semanas, facilita que você se adapte ao hábito de poupar, pois, exige que se poupe na primeira semana, apenas R$1. E assim, vá gradualmente aumentando o valor conforme as semanas, de R$1 em R$1, até chegar a R$52 na 52ª semana.

Ainda, não é preciso que você espere até janeiro do ano seguinte para começar a fazer o desafio, mas, sim que apenas comece a fazê-lo. Dessa maneira, você fará a poupança independente do mês, reforçando o hábito de poupar.

Também, o método é voltado para a caderneta de poupança, que, permite depósitos em valores baixos. E, mesmo com uma taxa de rendimentos baixíssima, é um meio mais prático para a maioria das pessoas aplicarem o desafio.

Uma vez alcançado o montante, você poderá fazer o mesmo desafio com valores maiores e em outros investimentos, para ter excelentes rendimentos.

As vantagens do desafio das 52 semanas

Muito além do seu dinheiro guardado em um investimento seguro, você ainda obtém uma série de vantagens pessoais nessa jornada de aprendizado financeiro, como:

  • ganhar disciplina para poupar;
  •  aprender a adquirir apenas o necessário, para reservar o restante para investir;
  • aumentar a sua motivação para conquistar cada vez mais objetivos em diferentes áreas da vida;
  • cortar os seus gastos com supérfluos;
  • reforçar o planejamento de longo prazo, visando benefícios maiores;
  • economizar, sem impactar negativamente as finanças da casa.

Como montar a planilha do desafio das 52 semanas

A planilha para o desafio das 52 semanas é feita de maneira muito simples, e pode ser tanto produzida no programa Excel como ser feita em uma agenda, escrita à mão.

Você deve fazer 3 colunas, na respectiva ordem e com os nomes: semana, valor depositado e saldo da conta. Na coluna da semana, você deve escrever do número de 1 a 52, um abaixo do outro, para representar a quantidade de semanas.

Na coluna do valor depositado, você marca os valores a serem depositados, do R$1 ao R$52. E na coluna do saldo da conta, você marca a somatória dos valores, um a um, referente a cada depósito.

Essa é uma maneira simples de controlar o seu fluxo de depósitos e não se perder em nenhuma semana.

Se você tiver capacidade financeira para fazer maiores depósitos, sempre na mesma escala gradual, pode adotar essa estratégia também. Desde que o seu resultado seja alcançado, ele é a prova de que você foi firme no desafio das 52 semanas e conseguiu cultivar o hábito de poupar.

Como aplicar o desafio das 52 semanas na sua rotina do dia a dia

Para conquistar o tão esperado montante ao final do desafio, além de uma nova mentalidade sobre suas finanças, é preciso seguir alguns passos à risca.

Tenha disciplina

Comprometer-se a fazer o desafio é ótimo, mas só se ele vier com muita disciplina. Saber que o seu objetivo será apenas atingido se você seguir cada passo da maneira como deve ser dado, é preciso.

Para isso, é necessário se esforçar em não consumir produtos ou serviços que não são necessários, visando sempre o benefício da poupança.

Saiba dizer “não”

Seus amigos te chamaram para comer fora? Você viu um tênis lindo e deseja comprar? Esses e outros exemplos de tentações normais que a vida oferece frequentemente a você, não podem tirar o seu foco de cumprir o desafio das 52 semanas.

Por isso, saiba dizer “não” a muitas pessoas, incluindo a você mesmo, almejando o cumprimento do desafio. São de pequenos “nãos” que você fizer durante o seu percurso, que você vai chegar ao seu esperado resultado.

Faça a sua organização financeira

Fazer um controle financeiro de quanto você tem de receita e quanto tem de despesas, e estabelecer as prioridades, é fundamental para chegar ao final do desafio. Para isso, você pode fazer uma planilha dedicada a entradas e outra de saídas, e depois compará-las.

Você vai descobrir no meio do desafio, que há uma série de itens que tomam mais do seu financeiro, enquanto outros nem tanto. Assim como encontrar gastos supérfluos e que fariam mais sentido se não fossem feitos, e sim, poupados.

Use um aplicativo para o seu controle financeiro

Para facilitar a sua organização e chegar ao pódio do desafio das 52 semanas, use também a tecnologia ao seu favor. Apps para o pagamento de contas, como o iq, funcionam perfeitamente para um controle em tempo real das suas finanças.

Porque é importante guardar dinheiro e investir

O desafio das 52 semanas promove o hábito de poupar, o que é um passo essencial para investir. Assim, guardar dinheiro é uma forma de assumir a dianteira da sua vida em todos os aspectos, para conquistar todos os seus sonhos.

Uma vida financeira equilibrada é o meio de se viver com aquilo que realmente importa para você, além de garantir sempre uma segurança econômica em emergências. Ainda, essas duas garantias já ajudam a relaxar o seu corpo e a sua cabeça, trazendo mais qualidade de vida.

Também, é na economia e nos investimentos que se cultivam bons hábitos em mais áreas da vida, que vão reforçar sua mentalidade para alcançar metas pessoais e profissionais. Algo que influencia tanto no curto como principalmente no longo prazo.

Aprenda mais sobre desafios financeiros com o iq

Se depois de ler este post e concluir que o desafio das 52 semanas é o melhor jeito de você começar a poupar, parabéns por esse primeiro passo. Siga as dicas aqui dadas, monte a sua planilha e visualize o seu plano de longo prazo, para chegar ao seu resultado. A sensação de dever cumprido é algo que nenhum preço pode pagar.

Vá além do desafio das 52 semanas e aprenda sobre outros desafios financeiros, com o iq, a startup focada em ajudar as finanças das pessoas e fazê-las evoluir!