Controle de despesas: passo a passo para fazer o seu!

Por admin

Controle de despesas

Organizar seus gastos, deixar a vida financeira estável e ter tranquilidade na hora de fazer planos é o desejo de muitas pessoas. Pode parecer um cenário impossível para muita gente, mas tudo isso é possível quando se efetua um bom controle de despesas. Também é preciso ter disciplina para entender seu contexto financeiro e mantê-lo dentro do esperado em curto, médio e longo prazo.

Fazer um controle de despesas tem se tornado cada vez mais comum entre os brasileiros. Em cenários de crise e de instabilidade, o planejamento e a organização se tornaram elementos muito importantes para quem precisa entender bem todos os seus gastos. E assim descobrir maneiras de poupar, fazer reservas ou investir adequadamente.

Você já efetua algum tipo de controle de despesas? Se ainda não, fique sabendo que isso não é nenhum bicho de sete cabeças e que é preciso somente um pouquinho de disciplina para colocar essa ideia em prática.

Pensando nisso, preparamos um passo a passo completo para você começar agora mesmo a fazer o seu controle de despesas. Assim, você podedeixar todas as suas contas, gastos, boletos, investimentos e faturas dentro do orçamento e viver com muito mais tranquilidade. Confira!

Saiba como ser aprovado para um cartão de crédito!

Confira dicas exclusivas no e-book iq para aumentar as chances de ser aprovado para um cartão de crédito.

E-mail enviado com sucesso.

Como fazer controle de despesas: um passo a passo

Organize-se

Nada é possível sem organização, não é mesmo? Quando se trata de dinheiro, isso não é diferente. Afinal de contas, toda a realização do controle de despesas gira em torno de se saber exatamente de onde seu dinheiro vem e para onde ele vai. Por isso é fundamental observar e registrar todas essas movimentações.

Existem muitas maneiras de fazer isso com facilidade. Muitas pessoas seguem somente o registro de movimentação bancária ou mesmo a fatura do cartão de crédito, mas isso nem sempre é suficiente. Isso porque não basta saber quanto dinheiro foi gasto em cada lugar, mas também os itens de compra e a categoria da transação — urgência, produto necessário, presente etc.

Uma das maneiras mais fáceis de fazer isso é com a ajuda de uma ferramenta digital que fará as contas e a categorização de maneira mais automatizada. Utilizar uma planilha é uma das formas mais práticas de fazer isso e é uma boa pedida para quem gosta de escrever e detalhar exatamente os gastos.

Quem prefere mais praticidade e agilidade pode utilizar um aplicativo de controle de despesas e fazer esse registro no smartphone já no ato dos gastos. O IQ Contas oferece essa funcionalidade e ainda permite que você cadastre todas as suas contas para pagamento automático.

Assim, você une todas os seus gastos em um único cartão, desfrutando de suas vantagens, e ainda escapa do risco de atrasar algum pagamento e pagar juros e multas.

Saiba diferenciar saídas, gastos e despesas

Quando estiver com todos os seus dados em mãos, é chegada a hora de avaliar todos os registros. Nem todo mundo sabe disso, mas as movimentações devem ser classificadas como saídas, gastos e despesas, sendo muito importante diferenciar uma categoria da outra.

Saídas são todas as movimentações que levam dinheiro para fora de sua conta. Uma aplicação na poupança, por exemplo, é uma saída, mas não pode ser chamada de gasto porque se trata de um investimento.

Da mesma forma, uma conta de luz é uma despesa necessária e não um gasto. Ou seja, classificamos despesas como as contas que são básicas e os gastos como pagamentos e compras não previstos; um reparo doméstico ou a compra de uma roupa nova podem, nesse caso, serem considerados como gastos.

Por que isso é importante? Porque é preciso entender se o seu dinheiro está sendo empregado em situações supérfluas ou essenciais. Essa categorização facilita a análise, mas é preciso entender que isso não é suficiente para uma interpretação completa.

Isso porque alguns gastos não são desnecessários — presentes ou itens que quebraram, por exemplo— da mesma maneira que algumas despesas podem fugir do controle às vezes (altas contas de luz e internet são exemplos dessa situação).

Estabeleça tetos de gastos por categoria

Depois que entender a natureza de suas movimentações financeiras, o controle de gastos começa com o estabelecimento de um teto de gastos.

Para facilitar, a dica é fazer isso por segmentos — alimentação, transporte, lazer etc.

Cruzando esses limites com a categorização feita no passo anterior, fica muito mais fácil reduzir seus gastos sem necessariamente ter que fazer um esforço muito grande; começar a comer mais em casa em vez de pedir comida, por exemplo, pode ter um grande impacto no orçamento e não prejudica o estilo de vida de cada um.

Mude hábitos

Nesse ponto, você já deve ter percebido que um bom controle de despesas permite a identificação de comportamentos que podem estar prejudicando a sua vida financeira.

Quando conseguir perceber isso com clareza e testar as medidas anteriores para conter esses gastos, note que você já identificou formas de mudar suas atitudes para poder ter mais controle sobre seu dinheiro.

Por isso, encare isso como uma verdadeira mudança de hábitos e não somente como uma ação temporária. Isso vai permitir que você tenha  muita clareza de que uma vida financeira estável não depende somente do quanto você ganha, mas também de como você gasta e aplica seu dinheiro.

Organize suas dívidas e investimentos

Depois de colocar tudo em ordem, é hora de agir com inteligência e estratégia. Se tiver dívidas, tente renegociá-las ou reuni-las em uma única modalidade de juros mais baixos. Além de facilitar os pagamentos, você ainda economiza na hora de pagar taxas administrativas e outras possíveis pendências.

O mesmo vale para investimentos. É interessante ter várias linhas — como poupança e tesouro, por exemplo

No entanto, não faz sentido aplicar muito em um fundo com rendimento inferior a outras possibilidades, não é mesmo? Por isso, busque sempre a melhor opção e deixe tudo organizado de modo a obter o melhor resultado possível.

Além disso, conte com a iq para organizar suas contas e investimentos. Ela possui muitas ferramentas que não apenas lhe proporcionarão um controle financeiro melhor como também o ajudará a reduzir juros e muito mais. Acesso o site e confira!