Como juntar dinheiro: dicas de economia para chegar lá!

Por Redação IQ 360

Ter dinheiro sobrando para realizar planos é o sonho de muita gente. Pode ser para comprar uma casa própria, cursar uma faculdade, fazer um curso no exterior, ou até dar aquela festa de casamento.

Mas sabemos que juntar dinheiro não é tarefa fácil. Os boletos sempre chegam, as contas fixas sofrem os reajustes anuais e aquele sonho tão aguardado vai ficando cada vez mais longe. Para não se ver impedido de concretizar seus objetivos pela falta de recursos, é importante ter um planejamento financeiro, onde saber como juntar dinheiro vai fazer toda a diferença para a realização de suas metas.

Saiba mais: https://www.iq.com.br/financas-pessoais/artigos/como-economizar-dinheiro

A primeira pergunta que você deve se fazer é por que você deseja juntar dinheiro? O plano é bem definido? Ele é de curto, médio ou longo prazo? Você sabe exatamente onde vai usar suas finanças? Com metas traçadas fica mais fácil poupar, porque você sabe para onde vai aquele recurso que exigiu tanto esforço para ser guardado. 

Economizar para poupar

Depois de metas bem traçadas, com prazos bem definidos é o momento de colocar em prática estratégias de como juntar dinheiro. Um bom e necessário começo é economizar. Se você tem um gasto X, ao economizar, esse gasto diminuirá, logo sobrará dinheiro para poupar.

Por mais apertado que seja seu orçamento, pode ter certeza que existem brechas para economias. Aqui vão algumas dicas para ajudar você nesta importante tarefa de como juntar dinheiro:


Anote todos os seus gastos 

Para economizar é preciso saber controlar as finanças. Onde exatamente você tem gastado seu dinheiro? Por isso comece anotando todos os seus gastos. Até a balinha de cinco centavos depois do almoço precisa ser registada.

Pode ser em aplicativos, no bloco de notas do celular ou no bom e velho caderninho. O importante e fundamental é listar absolutamente tudo. Assim, você terá um mapa de suas despesas, e ficará mais fácil encontrar as brechas para você economizar

Ao ir ao supermercado, leve uma lista e siga à risca
Antes de sair de casa, faça um levantamento das coisas que você precisa comprar no supermercado. Faça uma lista destes itens e não compre nada além deles. Lembre-se que o necessário foi listado, o restante é gasto extra e que pode aumentar consideravelmente sua conta final das compras.

Saiba mais:  https://www.iq.com.br/financas-pessoais/artigos/dicas-de-economia-domestica

Fome e supermercado não combinam
Você já deve ter notado que ir ao supermercado com fome é um perigo. As tentações ficam ainda mais tentadoras. Com fome, resistir aos impulsos é muito mais difícil e o gasto pode ficar muito maior.

Diga adeus ao cafezinho na rua
O cafezinho depois do almoço, ou no meio da tarde, parece inofensivo, mas logo pode virar uma grande despesa mensal. Faça os cálculos. Se um café custa em média R$ 5, você irá economizar em cinco dias da semana R$ 25, o que em quatro semanas vira R$ 100. Dinheiro que vai fazer a diferença ao fim de um ano. Você não precisa ficar sem seu café, leve de casa, ou proponha para os colegas racharem uma cafeteira no trabalho. 


Evite comer fora de casa
Comer fora de casa é um dos maiores gastos que se pode ter. Seguindo a lógica do café, outra dica para economizar dinheiro é avaliar a economia que se faz levando a comida de casa para o trabalho: essa economia pode ser bem grande ao fim do mês, com a vantagem de se comer um tempero caseiro e sabendo como foi preparada a sua comida. Se você curte um bom restaurante e é feliz indo neles, procure reduzir essas idas, em vez de eliminá-las de vez. Além disso, tenha opções gostosas de lanches em casa para não recorrer ao iFood e outros deliveries.

Pesquise opções gratuitas de lazer 

Você não precisa abrir mão de seu lazer, mas que tal levantar opções gratuitas? Sempre tem um show ao ar livre, um cinema de graça, ou uma apresentação cultural em um parque. Pesquise onde encontrá-las na sua cidade. Sites governamentais, como de prefeituras e governos de estado, podem ser uma boa fonte de informação para eventos gratuitos.

Use os produtos até o fim
Pode parecer bobagem, mas muitas embalagens não são funcionais e sempre ficam restos de produtos dentro delas. Para usar até o fim, corte a embalagem. Isso vale com hidratantes, cremes de rosto, shampoos, pastas de dente e outros. E ganhe um tempo até comprar outro. O batom chegou ao fim? Experimente aproveitar o resto que fica no bastão tirando com um pincel e veja o tempo que você ainda ganhará de uso nele.

Dicas para juntar dinheiro

Economizar é uma ótima forma de poupar, mas saiba como juntar dinheiro de muitas outras maneiras para conseguir realizar seus planos:

Tenha um cofrinho
Sabe aquela moedinha achada no bolso, ou que fica na carteira esquecida? Pode até parecer que ela não tem mais valor algum, mas guardando em um cofrinho, e juntando com várias outras moedinhas, logo viram uma boa quantia em dinheiro economizado, pronto para ser poupado.

Contas fixas X gastos extras
Separe suas contas fixas dos seus gastos extras. Despesas como água, aluguel, mensalidade de escola, energia e condomínio são despesas mensais e fixas. Na hora de anotá-las, já preveja uma margem para os valores que variam e podem ser maior de um mês para o outro, como água e luz. Isso já dará uma noção clara de quanto por mês você deve reservar para essas contas.

Para o que for extra, como uma ida ao cinema ou ao cabeleireiro, determine um gasto máximo. Ter esse limite vai ajudar prever o quanto você consegue poupar e não gastar mais do que tem.

Defina um percentual mensal para guardar
Tenha como base a sua renda mensal. O recomendado é retirar pelo menos 10% do que se ganha para poupar, até que se chegue a 30%, número considerado o ideal. Se 10% ficar muito puxado, estabeleça um percentual possível dentro da sua realidade, mas o importante é que ele seja cumprido rigorosamente todo mês, como se fosse um Fundo de Garantia. Guarde assim que receber o dinheiro. E vá aumentando esse percentual.

Faça seu dinheiro render
Conseguir poupar dinheiro é fundamental, mas saber fazer render essa quantia é também bastante necessário. Não adianta colocar na poupança, que tem um rendimento muito baixo. Procure se informar sobre investimentos de renda fixa e variável, veja em qual se enquadra melhor os seus anseios. A retirada do dinheiro é para um longo prazo? Você tem margem para arriscar e conseguir fazer com o que seu dinheira renda mais? O mercado financeiros tem inúmeras opções. Títulos do tesouro direto, ações e até previdência privada são maneiras de fazer o seu dinheiro render.

Separe os gastos semanalmente
Calcule o quanto você gasta por dia e reserve uma quantidade de dinheiro para gastar em uma semana. Dessa maneira, se você ultrapassar o gasto na terça-feira, por exemplo, já sabe que precisará compensar no próximo dia, para não extrapolar o gasto semanal.

Não faça gastos desnecessários
O salário termina antes do mês não pelas contas fixas e despesas grandes, mas sim pelas compras impulsivas e não previstas no mês. Aquela roupa em liquidação, a cervejinha do happy hour, ou a sobremesa de cada dia. Tudo isso acaba pesando no fim do mês e virando uma grande quantidade que poderia ser poupada. 

Tente não comprar a prazo e acabe com as dívidas 
Dê preferência para as compras a débito ou à vista. Assim, evita-se o acúmulo de prestações intermináveis e o pagamento de juros. Além disso, o cartão de crédito tem os juros do Custo Efetivo Total (CET) da operação. Lembre-se disso, antes de usá-lo.
Evite recorrer a empréstimos e ao cheque especial. E caso já tenha recorrido, pague essas dívidas o quanto antes. Se a grana estiver curta, dê prioridade para quitar as que têm juros mais altos. 

Guarde uma reserva para emergências
Imprevistos acontecem, mas você pode não ser pego desprevenido. É aconselhável guardar 5% do que se ganha para situações emergenciais. Lembrando que essa reserva só pode ser usado para esses casos, como um dente quebrado ou uma medicação muito cara.

Faça um dinheiro extra
Se você já fez de tudo para juntar dinheiro, mas ainda não consegue poupar o que gostaria, talvez seja o momento de pensar em uma forma extra de renda.
Se a sua profissão lhe permite pegar frilas, vá atrás deles. Ou que tal trabalhar com alguma habilidade que lhe é natural: fazer bolos e doces, artesanato, aula particular de língua estrangeira. As possibilidades são muitas.

Defina a quantidade desejada para guardar
Se você já tem sua meta clara, e sabe exatamente quanto de dinheiro precisa para chegar lá, pegue esse valor e divida pelo prazo estipulado por você. Por exemplo, se você deseja fazer um curso no exterior, no valor de R$ 10 mil, e viajar em 18 meses, você deve poupar pelo menos R$ 555 por mês, durante esse período.

Saiba mais sobre como juntar dinheiro e organizar as finanças pessoais

Para ajudar a você a poupar mais e organizar suas finanças, o iq pensa nas melhores estratégias digitais. A empresa desenvolve soluções 100% seguras e transparentes para auxiliar você a obter maior controle do seu dinheiro e tomar melhores decisões financeiras. A proposta é desburocratizar e a facilitar a tomada de decisões.

Com o aplicativo do iq você consegue saber exatamente quanto gasta em suas contas mensais, além de não perder o prazo de pagamento, já que ele emite alertas de que o vencimento está chegando.

A ferramenta ainda ajuda você a encontrar o cartão de crédito ideal para suas finanças.