Transporte inteligente: bicicleta elétrica vale a pena?

Por Redação IQ 360

bicicleta elétrica vale a pena

As opções de mobilidade vêm crescendo nos últimos anos. Com o grande número de carros na cidade e o trânsito que não perdoa ninguém, cada vez mais o cidadão das grandes cidades tem precisado de alternativas para fugir dos métodos tradicionais de transporte.

Neste contexto, um meio que aparece forte e que tem se tornado a escolha de muitas pessoas é a bicicleta elétrica. Ela não é necessariamente uma novidade, mas nos moldes que tem surgido é uma opção relativamente nova para o problema do deslocamento nos grandes centros urbanos.

Mas, afinal de contas, por que ela é tão vantajosa? Seu preço não é o mesmo de uma motocicleta? Em quais contextos este meio de transporte faz sentido? Bicicleta elétrica vale a pena?

Bicicleta elétrica vale a pena?

Para falar sobre a viabilidade da bicicleta elétrica nos grandes centros urbanos é preciso olhar sua funcionalidade em relação aos outros meios. Pode ser que em alguns meios, investir em sua utilização não faça tanto sentido ou não seja tão vantajoso se comparado a outros tipos de transporte.

O que se coloca em xeque, quando se trata desse tipo de alternativa, é a dificuldade para deslocar-se com carros nos centros urbanos.  Principalmente em contextos nos quais o trânsito na cidade é absurdo. Por isso, muitas pessoas buscam alternativas mais ágeis e econômicas de mobilidade.

Para ajudá-lo a saber se uma bicicleta elétrica vale a pena, confira nossas dicas.

Investimento inicial

Neste ponto, pode ser que sua primeira opinião seja de que não vale a pena adquirir uma bicicleta elétrica no Brasil.

O que muitos dizem é que, com o valor que se dá em uma bicicleta elétrica, é possível adquirir uma moto sem muitos problemas. E, de fato, o valor de entrada em modelos baratos de boa qualidade nos EUA é de US$ 1,5 mil, o que corresponde a R$ 5 mil sem impostos.

Isso pode te deixar com um pé atrás já de início, mas, a realidade é que este é o primeiro fator a ser considerado e, provavelmente, o que salta aos olhos. Mas a bicicleta elétrica possui outras vantagens que acabam compensando o preço alto. É o que veremos a seguir.

 Manutenção

As manutenções que envolvem a bicicleta elétrica são equivalentes às de uma bicicleta normal com apenas uma exceção: a bateria. Comprar um pneu para a bicicleta aro 26 custa em média R$ 50, metade do preço para menos, do que se pagaria num pneu de motocicleta, por exemplo.

Bicicletas fabricadas no Brasil melhoram o custo-benefício do mercado. Afinal, todas as suas peças, possuirão reposição e poderão ser adquiridas por meio de site ou loja de sua preferência.

Apesar das vantagens, é necessário pontuar que a bateria, que tem uma vida útil de dois anos em média, pode custar de R$ 500 a R$ 1500.

 Alimentação

Bicicleta elétrica vale a pena se você considerar sua alimentação. Afinal de contas, como o próprio nome indica, ela é movida por meio de energia elétrica.

Com a recarga completa das baterias de uma bicicleta elétrica, você irá gastar em média, apenas R$ 0,18 de energia por carga.

Estacionamento

Para saber se uma bicicleta elétrica vale a pena é primordial que saiba das possibilidades de estacionamento.

De modo geral, como qualquer outra bicicleta, é possível estacioná-la em qualquer lugar em que dê para amarrar com um cadeado. É preciso ter bom senso e considerar se o local não é perigoso ou se não vai atrapalhar a passagem de ninguém, mas, a verdade é que não precisa pagar estacionamento para sua bike elétrica, muito menos colocar zona azul.

Locação vs Compra

Falar de locação ou compra deste tipo de locomoção é preciso avaliar qual é a frequência com a qual você utiliza a bicicleta elétrica?

Se você precisa dela todos os dias, então fazer um investimento e adquirir uma bicicleta elétrica pode ser a melhor opção para você.

Se no seu caso, você precisar utilizar a bicicleta com pouca frequência, a locação pode ser a melhor opção para você. Afinal de contas, gastar uma média de R$5 mil na aquisição de uma bicicleta apenas para deixá-la guardada é uma perda de recurso e má administração de dinheiro.

Bicicleta elétrica vs moto

Para sermos justos, vamos comparar o desempenho da bicicleta elétrica com uma moto 125 cilindradas, que é o modelo mais econômico entre as motocicletas.

O modelo da Honda, Fan, faz em média 40km por litro dentro da cidade. O litro da gasolina está 4,50. Partindo do pressuposto de que uma carga de bicicleta elétrica custa R$0,18 e com essa carga seja possível fazer 35km, com os mesmos quatro reais e cinquenta centavos será possível percorrer uma distância de 875km.

Agora você tem mais propriedade para decidir se bicicleta elétrica vale a pena, confira outros artigos no site do iq e tome as melhores decisões financeiras.