Bloquear cartão: descubra quando e como fazer

Por Redação IQ 360

Bloquear cartão é um processo fundamental em caso de perda, roubo ou movimentação suspeita na conta bancária ou no crédito. Afinal, mesmo com todo cuidado ao usar essa forma de pagamento, ninguém está imune a imprevistos.

Então, saber como proceder nesses casos e o que acontece ao bloquear cartão é essencial para não perder tempo se for preciso acionar o banco. Como você vai ver adiante, se informar junto à instituição financeira em que você tem conta é uma etapa básica para não ser pego desprevenido.

Além disso, vale colocar em prática as recomendações de segurança para aumentar a proteção ao cartão. É justamente sobre essas orientações que você vai ler neste artigo. Acompanhe as dicas.

Quando bloquear o cartão

Em caso de emergências, bloquear o cartão o mais rapidamente possível é essencial para garantir a segurança e evitar que ele seja usado por terceiros. A seguir, descubra as principais ocasiões em que esse processo é necessário:

Quando o cartão é extraviado

Em caso de perda do cartão, é necessário fazer o bloqueio imediatamente. Assim, você garante que quem encontrar o cartão não poderá fazer uso indevido dele. Mesmo que o cartão tenha senha para uso, esse processo é necessário para garantir sua total segurança.

Quando o cartão é roubado ou furtado

Outra situação em que é necessário bloquear o cartão é em caso de roubo ou furto. Nesse caso, além de fazer o bloqueio junto ao banco, é recomendado registrar um boletim de ocorrência na polícia.

Quando há compras e cobranças que você não realizou

Se você observou atividades incomuns na sua conta ou recebeu cobranças indevidas na fatura, é um sinal de alerta para fraude. Nesse caso, é possível que o seu cartão tenha sido clonado. Se isso acontecer, também entre em contato com o banco para informar o ocorrido e bloqueie o cartão.

Além disso, tenha em mente que o banco pode bloquear o cartão sem que você tenha feito uma solicitação, caso o sistema tenha percebido movimentações incomuns na sua conta.

O que acontece ao bloquear o cartão

Ao bloquear o cartão de crédito ou débito, ele é inviabilizado para compras. Então, qualquer tentativa de uso será mal-sucedida e o cartão não funcionará mais. Trata-se de um processo irreversível, justamente para garantir segurança ao consumidor.

Por isso, mesmo que você tenha perdido o cartão, solicitado o bloqueio e o encontrado depois, não poderá mais utilizá-lo. O próximo passo é solicitar uma nova via do cartão junto ao banco. Nesse caso, o processo de solicitação varia conforme a instituição financeira.

Como bloquear o cartão

O bloqueio do cartão varia conforme a administradora e o banco. Dependendo da instituição, o processo pode ser feito por aplicativo ou central de atendimento por telefone, por exemplo. Então, a dica é se preparar para um imprevisto  — para o caso de você precisar bloquear o cartão em uma emergência.

Por isso, informe-se sobre o processo de bloqueio no seu banco. Geralmente, as orientações são disponibilizadas no site da instituição. Conhecer o passo a passo previamente é uma forma de garantir que, em caso de imprevisto, você saberá como proceder sem perder tempo.

Em algumas administradoras, você pode bloquear cartão com um clique no aplicativo, de forma rápida e fácil, sem precisar conversar com atendentes ou aguardar atendimento. Em outras, você precisa telefonar para um número específico e seguir o protocolo, normalmente automatizado.

Então, para garantir que esse procedimento seja o mais tranquilo possível no futuro, vale a pena se prevenir e descobrir os mecanismos de bloqueio antes que você precise, de fato, acioná-lo.

Como proteger o cartão de crédito

Depois de entender como funciona o processo de bloquear o cartão, aproveite algumas dicas extras para aumentar a sua segurança ao usar essa forma de pagamento:

1. Nunca anote senha em papel

A recomendação básica é nunca anotar a senha do cartão em papel ou no celular. É essencial decorar a senha em números e letras. Dessa forma, você evita que, em caso de roubo, terceiros consigam usar o cartão.

2. Fortaleça a sua senha

Aqui a dica é evitar datas de nascimento, sequências como 123456 e números de documentos, por exemplo. Além disso, mudar a senha com regularidade é aconselhável.

3. Tenha cuidado ao utilizar a sua senha

Ao digitar a senha em maquininhas de cartão ou ao utilizar caixas eletrônicos, certifique-se de que ninguém consiga ver os números.

4. Fique atento ao comprar online

Ao comprar em lojas online, é preciso ter cuidado redobrado. Verifique a confiabilidade do site antes de inserir os dados do cartão e procure comprar online em e-commerces que são referência no mercado. Essa etapa é fundamental para evitar que os seus dados sejam roubados por estelionatários que criam sites falsos.

5. Analise as movimentações na conta

Por fim, controle as movimentações realizadas na sua conta. É imprescindível sempre analisar as cobranças na fatura do cartão de crédito e conferir o extrato bancário. Sem esse controle, cobranças indevidas podem passar despercebidas.

Com essas dicas, você garante maior segurança no uso do cartão do banco, e, em caso de emergência, já sabe como proceder se precisar bloquear o cartão. Gostou do conteúdo? Então acesse o site do iq e confira outros artigos sobre o assunto.